População de Manaus acha que salário de vereador deveria ser de apenas R$ 3.260,00

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

pesquisa

Várias cidades do interior do país aderiram a um movimento popular iniciado em Santo Antônio da Platina-PR que cobra a redução dos salários dos vereadores, motivadas pela baixa qualidade do serviço público e pela atual situação político-econômica do Brasil. O ato de ser vereador passou a ser uma carreira. Não é mais uma atividade exercida em respeito à cidadania, para garantir os direitos dos cidadãos e atender aos interesses da população. Ser vereador passou a ser um emprego. E em Manaus, as coisas não são diferentes.

Por isso, tentando captar esse sentimento nacional, a empresa #PESQUISA365 realizou pesquisa com o objetivo de saber qual seria o salário líquido mais adequado para um vereador da Câmara Municipal de Manaus. E a população manauara acredita que um vereador deveria ganhar algo em torno de R$ 3.260,00 líquidos. Este valor corresponde a 1/3 do que os parlamentares ganham hoje. Ou seja, se os vereadores quisessem respeitar a opinião do morador de Manaus, deveriam cortar os seus salários em, ao menos, 65%.

Na continuação do estudo, para que não houvesse nenhuma distorção pela variável política ou pelo sentimento de rejeição aos políticos, foi perguntado dos entrevistados quanto eles deveriam ganhar se eles fossem vereadores. E o resultado médio foi de R$ 3.780,00, cerca de R$ 500,00 a mais do que a média da resposta anterior.

Prosseguindo a pesquisa, foi informado aos entrevistados que um vereador ganha atualmente em Manaus, em números aproximados, R$ 15 mil de salário, R$ 60 mil de verba de gabinete e mais R$ 14 mil de cota de exercício da atividade parlamentar, totalizando R$ 89 mil/mês. Nenhum entrevistado disse que isso era “Muito justo” e apenas 2,2% responderam que era “Justo”.

Por outro lado, quando somou-se os percentuais de pessoas que disseram que este valor era “Um absurdo” com os que afirmaram ser “Um total absurdo”, atingimos 94,3% da população, praticamente uma unanimidade de rejeição dos manauaras aos vencimentos atuais de um vereador da capital amazonense.

A quarta pergunta abordou o tema economia doméstica, quando foi questionado qual despesa mensal é a que mais tem tirado o sono dos moradores de Manaus. E o que mais preocupa as famílias manauaras é o custo da alimentação (feira e supermercado), que obteve 38,5% das citações. Em segundo lugar, com 27,5%, vem a conta de energia elétrica, que foi reajustada e desequilibrou o orçamento familiar da nossa cidade.

Para encerrar, perguntou-se quanto o manauara pretende gastar em presentes natalinos em 2015, supondo que ele tenha gastado R$ 100 reais em 2014. A resposta média obtida foi de R$ 69,55. Ou seja, os manauaras pretendem economizar 30%, em comparação com o ano passado.

Esse desejo de redução no consumo está ligado à perda do poder aquisitivo, às preocupações com o orçamento familiar, à insegurança em relação à permanência no emprego e a todo o clima de aprofundamento da crise econômica brasileira. Somente 23,8% disseram que poderiam gastar o mesmo valor ou mais do que foi investido em 2014.

Para acessar o conteúdo completo da pesquisa, vá para http://bit.ly/salariovereadores365

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta