Coordenador da campanha de Bolsonaro busca vaga na CMM com propostas bem definidas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O tenente coronel reformado da Polícia Militar Ubirajara Rosses é um nome muito conhecido nos meios policial e político há pelo menos duas décadas, mas notabilizou-se ao assumir o comando do PSL em 2018, escolhido pelo então deputado federal Jair Bolsonaro, que havia se filiado à legenda, para coordenar sua campanha no Amazonas. Nos últimos meses, comandou manifestações contra o Governo do Estado e agora busca uma vaga na Câmara Municipal de Manaus pelo PRTB.

Rosses deixou o PSL antes de Bolsonaro, quando a direção nacional da legenda, que reassumiu o controle após a eleição, decidiu distribuir os diretórios regionais aos deputados federais eleitos. No Amazonas, o partido foi entregue ao deputado Delegado Pablo. O irmão do militar, Delegado Péricles, continuou por causa das imposições da lei eleitoral

O tenente coronel tenta chegar à Câmara com propostas bem definidas. Na segurança, propõe porte de arma para a guarda municipal e reestruturação com treinamentos e abordagens; criação de gratificação por atividade delegada: Policiais Militares teriam participação mais ativa e gratificada na segurança do município;  parceiria da população e empresários para uso de suas câmeras de vigilância externas para ajudar no monitoramento da cidade, com incentivo fiscal para a pessoa física e jurídica participante e criação do Conselho Municipal se segurança Pública.

Na educação, ele sugere fortalecer o conselho de educação nas decisões estruturais do processo de ensino aprendizagem, além de inclusão de audiência públicas, participação da comunidade; projeto piloto: Colégio Cívico-Militar no modelo multicultural inclusivo: uso de verba do governo federal para adequação de escolas já existentes e avaliação dos mecanismos de qualificação e incentivo de carreiras dos professores através do FUNDEB.

No esporte, pretende apoiar iniciativas esportivas em bairros para combater a violência através de da inclusão no esporte com profissionais dos bairros, com incentivo fiscal para a pessoa física e jurídica participante; projeto Manaus Ativa: Revitalização dos espaços públicos para uso da comunidade com parceiria público privado na manutenção; maior integração do esporte como prática de atividade física no componente primário da rede de atendimento municipal (SUS).

Na saúde, sugere disponibilidade de medicamentos através de parceirias público-privadas; Centro Municipal Multidisciplinar de Saúde para tratamento para atender disfunções físicas e metabólicas (obesos, diabéticos, hipertensos); projeto Saúde Itinerante, disponibilizando serviços de consultas de profissionais da saúde dentro das zonas da cidade.

Rosses faz sua campanha apenas nas redes sociais, porque seu partido não dispõe de tempo na TV e no rádio.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta