A cadeira ocupada

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Estréio hoje neste espaço, gentilmente aberto pelo jornalista Hiel Levy, abordando um tema que tem passado despercebido pela maioria da classe política e jornalística: há sete meses a cadeira deixada pelo ministro Eduardo Braga no Senado vem sendo ocupada, e muito bem ocupada, por sua esposa Sandra.

sandra na cadeira

Refiro-me à propaganda da coligação contrária, exibida à exaustão na campanha eleitoral do ano passado, mostrando uma cadeira vazia e induzindo o eleitor a pensar que, com a possível eleição de Eduardo Braga para o governo, o Amazonas perderia uma cadeira no Senado.

Era corrente a versão segundo a qual Sandra, primeira suplente, não assumiria, cedendo o lugar para o empresário gaúcho Lírio Parisotto – tratado pejorativamente como “paulista” pelos adversários do casal.

Pois ela desmentiu toda a boataria e os profetas do apocalipse ao assumir a cadeira depois que o esposo foi nomeado ministro das Minas e Energia. Vem ocupando com brilhantismo e muito trabalho a cadeira de senadora, lutando por melhores condições de vida para a nossa gente e participando ativamente o dia a dia do Senado.

A cadeira, afinal, não ficou vazia.

Wanderley Dallas, deputado estadual em quarto mandato, oposicionista do momento. É presidente da Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta