Mais de cinco mil vão às ruas mostrar a Magalhães quem realmente tem força em Coari

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

manifestação em coari

O prefeito de Coari, Raimundo Magalhães, tem gastado pequenas fortunas para promover eventos aos quais só comparecem basicamente seus funcionários. Ontem, entretanto, ele experimentou o gosto amargo da fraqueza política. Mais de cinco mil pessoas foram às ruas atacá-lo por conta de denúncias segundo as quais ele teria forjado depoimentos contra o ex-prefeito Adail Pinheiro. Numa manifestação extremamente organizada e pacífica, a multidão deixou bem claro quem ainda tem popularidade no município.

Não é exagero afirmar que Adail ainda elege quem quiser em Coari. Sua liderança não ficou abalada diante das condenações, da prisão e das inúmeros acusações que pesam em seus ombros. Isso porque ele foi de longe o prefeito que mais realizou na cidade, mais beneficiou diferentes pessoas com diversas iniciativas, gerando milhares de empregos e fazendo uma política assistencialista minimamente competente.

Os prefeitos que se seguiram a Adail não disseram a que vieram. Rodrigo Alves, Arnaldo Mitouso e Magalhães, além de fracos na articulação política, se cercaram de assessores que só queriam se locupletar, enxergando em Coari um enorme cofre perfeito para ser arrombado.

Adail se enquadra perfeitamente na expressão que se tornou popular na década de 80: “rouba, mas faz”. Foi flagrado com milhões guardados no forro de uma casa, responde a inúmeros processos em tribunais de contas e na Justiça, mas mantém um eleitorado fiel e disposto a brigar por ele. Tornou-se a vítima perfeita. E vai levar a eleição de 2016 com uma mão nas costas, seja quem for o seu candidato.

Magalhães, desde já, é página virada. E vai ter prejuízo quem apostar um centavo nele.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta