Doadores somem e estoque de sangue do Hemoam cai pela metade

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print
Com o baixo comparecimento de doadores nos primeiros dias do ano, o estoque de sangue da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) atinge nível crítico, com 50% da quantidade ideal. Para estabilizar o abastecimento, o hemocentro está convocando doadores voluntários de todos os tipos sanguíneos para comparecerem com urgência à sede da instituição, na avenida Constantino Nery, 4.397, bairro Chapada. As doações podem ser realizadas de segunda-feira a sábado, das 7h às 18h.

Somando as doações dos primeiros dias de funcionamento do ano, no sábado (02/01) e na segunda-feira (04/01), compareceram pouco mais de 100 pessoas/dia, enquanto o mínimo deveria ser de 200 pessoas/dia. Por outro lado, a demanda por bolsas de sangue nas unidades de saúde públicas e privadas continua normal, com uma média de 150 bolsas distribuídas diariamente.

A queda acentuada nas doações preocupa a instituição, que precisa manter o estoque na média de segurança de 800 bolsas, visando atender todas as 27 unidades da capital, além de 43 cidades do interior.

Como doar sangue

Para ser doador, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e estar com boa saúde. Menores de 18 anos só podem doar com a presença dos pais ou responsável legal. É preciso estar bem alimentado e apresentar documento oficial com foto.

Quem contraiu Covid-19 ou outras síndromes respiratórias agudas, a doação pode ser realizada após 30 dias do desaparecimento total dos sintomas.

As doações estão sendo realizadas exclusivamente na sede da Fundação Hemoam. A unidade de coleta da Maternidade Ana Braga, na zona leste de Manaus, está temporariamente fechada para segurança dos doadores, em virtude da pandemia.

FOTO: Rafael Marques

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta