Detran-AM volta a apreender carros nas operações em Manaus

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print
Os agentes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) chegaram às 6h na cabeceira da Ponte Rio Negro, no lado de Manaus, e permaneceram até o final da manhã da última terça-feira. Mais de 800 veículos foram abordados neste período e 35 deles acabaram sendo retidos por irregularidades. Dezenas de motoristas foram autuados. De acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Vinicius Diniz, no total, foram lavrados 112 autos de infração.

Entre as infrações mais recorrentes, o dirigente relaciona direção perigosa, veículos em mau estado de conservação, dirigir sem estar habilitado, sem documento de porte obrigatório, com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida, lacre da placa do veículo violada, com calçado inadequado, sem equipamentos de uso obrigatório, como retrovisor, no caso das motocicletas, além de licenciamento em atraso.
 
Entre as irregularidades mais graves flagradas durante a operação, o diretor do Detran-AM cita a apreensão de um ônibus do transporte coletivo do município de Iranduba, que circulava com pneus carecas, faróis quebrados, vidros trincados, com licenciamento em atraso desde 2013, além de restrições de judiciais, entre elas, bloqueio de circulação. “Um veículo sem as mínimas condições de segurança, colocando em risco a vida de dezenas de pessoas que estavam abordo”, definiu Vinicius Diniz.
 
Para não prejudicar os passageiros, que já haviam pagado pela passagem, agentes do Detran-AM embarcaram no ônibus e seguiram a bordo até que todos fossem deixados em seus destinos, quando então conduziram o veiculo ao parqueamento do órgão, em Manaus. O veículo da empresa Expresso Iranduba de placa JXJ 7252 só será liberado depois de sanadas todas as irregularidades.
 
Irregularidades – Dois caminhões betoneiras das empresas WV Fabricação de Cimento foram apreendidos por licenciamento em atraso desde 2011, bloqueio de penhora e por possuírem dois mandados judiciais. Os dois veículos também apresentam irregularidades em relação à placa e ao mau estado de conservação, um deles com pneus carecas.
 
Direção perigosa – O motociclista Cairo Ícaro Barroso do Nascimento, 24, foi autuado por direção perigosa, ameaçar pedestres, dirigir veículo com lacre violado e descarga livre, sem capacete e usava chinelo, tipo de calçado que inapropriado para conduzir motocicleta. O condutor, que já cumpriu pena por tráfico de drogas, ao avistar as equipes de fiscalização do Detran-AM, tentou fugir avançando sobre pedestres. Ao ser alcançado pelos policiais do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, que davam suporte à operação, o condutor também desacatou os policiais que o detiveram e desrespeitou os agentes do Detran-AM com palavras de baixo calão.
 
Fiscalizações itinerantes – Sobre novas operações, o diretor Vinicius Diniz esclareceu que desde a desativação do posto fixo de fiscalização na cabeceira da Ponte Rio Negro, o Detran-AM intensificou as fiscalizações itinerantes na saída de Manaus para o município de Iranduba, nos dois lados da ponte e também ao longo da rodovia Manuel Urbano (AM-010). Segundo ele, ao menos duas vezes por semana, em datas alternadas, são realizadas operações de fiscalização.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta