Correntes não são de Deus

Quem não já recebeu as chamadas “correntes”, talvez criadas com o intuito de meter medo nas pessoas; umas dizendo que se o incauto internauta não mandar determinado número de cópias vai morrer em uma semana; outras assegurando que num passe de mágica tudo vai ser resolvido… e por aí vai. Tudo chantagem psicológica!

Essas fórmulas mágicas vão na contramão da Palavra de Deus!

Aliás, essas falsas profecias multiplicam-se porque existe sempre alguém dando crédito a elas, e sem conhecimento de causa passam a enviar para outras pessoas e daqui à pouco já são milhares crendo nessas bobagens.

Já pensou prometer desgraça para quem ignorar a “corrente”? tudo superstição!!

A verdadeira oração flui de um coração contrito e grato a Deus (Mateus 6:9-13).

“Digo-vos ainda isto: se dois de vós se unirem sobre a terra para pedir, seja o que for, consegui-lo-ão de meu Pai que está nos céus.” Mateus 18: 19.

Nesta passagem, Jesus nos declara a importância de nos unirmos em oração para pedir a graça de Deus, mas não estabelece condições estritas e muito menos ameaças quanto ao modo de fazermos isto.

Ele não manda acender vela, usar imagem de morto, enfim, é só seguir as sagradas escrituras.

Aquele que preferir se unir a uma intenção de oração pode fazer a prece que desejar, na hora e no lugar que desejar, sozinho ou acompanhado. É assim o correto.

O resto é do maligno. Quebre a corrente que não acrescenta em nada!

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.” Salmos 37:5

Qual Sua Opinião? Comente: