A coxinha e o ladrão

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Por Heloisa Xaud*

Há alguns anos, os programas infantis eram considerados os lideres de audiência em todo o país, porem, as regras publicitárias exigidas pelo Estatuto da Criança e Adolescente e pelo Codigo de Autorregulação Publicitária fizeram com que esses programas perdessem espaço na TV. E o que aconteceu? Uma nova realidade com programas relacionados a gastronomia ( desde 1958) começaram uma corrida para dizer qual a melhor receita, melhor reality, melhor cozinheiro, melhor artista cozinheiro, melhora receita deste ou daquele estado, e uma competição acirrada para decidir qual melhor dentre tanto.

São mais de 100 programas porque eles simplesmente atraem a atenção dos telespectadores De um lado os programas relacionados à gastronomia e na ponta de cá, nós, pobres mortais assistindo a essa porção de entretenimento, carregado de imagens de comidas deliciosas, uma pitada de drama, instigando essa nova geração ansiosa….hummmm

Ansiedade. Isso mesmo. Ansiedade, Medo e angústia são emoções que todo mundo sente em algum momento ou situação, mas, indivíduos com transtornos de ansiedade (um dos mais incidentes na atualidade, ao lado da depressão) apresentam uma complexidade maior de sintomas. Claro que podemos conviver com uma dose de ansiedade pacificamente – e é isso que vai fazer a diferença na hora de reconhecer que nem tudo precisa ser motivo de preocupação o tempo todo. Logo, somando nossa ansiedade com a variedade de programas gastronômicos, poderemos desenvolver uma compulsão alimentar, que é um distúrbio que precisamos combater para buscar uma vida melhor. Conversei com algumas pessoas que assistem diariamente ( assim como eu) programas de receitas e todas estavam acima do peso.

Êta lêle…. Além de uma alimentação equilibrada e saudável, que aos poucos vai minimizando a vontade de comer, algumas mudanças em nossos hábitos cotidianos podem servir para combater a ansiedade e o mal que uma cabeça estressada pode provocar ao organismo. Você tem fome de que? . Vou parando por aqui porque tenho uma receita de coxinha que ganhou um Realitty…..me procure que passo a receita.

E o ladrão?……..Ah….o ladrão é a Coxinha mesmo.

*A autora é psicologa e ouvidora da Fundação Hospital Alfredo da Matta, mestra em Psicologia Social das Organizações

Qual Sua Opinião? Comente: