Zé Ricardo defende o fortalecimento da escola pública e dos professores

“O fortalecimento da escola pública e a valorização dos professores são os principais objetivos das nossas propostas voltadas para educação e que estão contidas em nosso Pano Emergencial de Governo”, foi o que disse o candidato do 13, José Ricardo, em conversa com pessoas que passavam pela avenida Constantino Nery, nas proximidades da Arena da Amazônia, durante panfletagem e caminhada, no início da manhã desta quinta-feira (3), antes do trabalho parlamentar.

Zé 13 defende que, para o fortalecimento da escola, é preciso evitar que a evasão escolar hoje chegue ao patamar que está hoje (12)%, tornando o ambiente mais atrativo e dinâmico para os alunos e isso pode ser alcançado por meio da construção de quadras poliesportivas para a prática de esporte; aulas de artes e dramaturgia; oficinas culturais, dentre outras ações, fazendo com que o aluno fique mais tempo na escola, a fim de evitar as desistências, bem como prevenir o envolvimento o seu envolvimento com as drogas. “O acesso à prática de esporte, aos livros e ao conhecimento é muito importante para o aprendizado dos estudantes”, afirmou José Ricardo.

Com relação à valorização dos professores, o candidato lembrou que há mais de três anos os professores da rede estadual não recebem reajuste da data base, nem promoção por tempo de serviço e nem por titularidade. “Esses benefícios são leis que não estão sendo cumpridas pelo Governo do Estado. Eles ainda têm direito à Hora de Trabalho Pedagógica (HTP) integral, pois hoje só recebem parcial, e também têm direito ao auxílio alimentação, suspenso pelo Governo do Estado no ano passado”, destacou o candidato, informando que em seu Governo priorizará o cumprimento da legislação, principalmente, no que diz respeito aos direitos dos professores e demais trabalhadores da educação.

Outra proposta defendida por José Ricardo em seu Plano Emergencial de Governo é a construção de auditórios e de bibliotecas, pois estudos recentes indicam que 80% das escolas estaduais não têm bibliotecas. Por isso, ele é autor da Lei Nº364/16, que criou um programa de universalização das bibliotecas nos estabelecimentos de ensino integrantes do sistema de educação do Amazonas. Programa que ele irá implementar em seu Governo, já que nunca foi implementado pelos anteriores, mesmo sendo lei.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta