Vânia Marques Marinho confirma favoritismo e é a nova desembargadora do Amazonas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O governador Wilson Lima (PSC) nomeou hoje a promotora de Justiça Vânia Maria do Perpétuo Socorro Marques Marinho como desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), na vaga destinada a membro do Ministério Público do Amazonas (MPE-AM) na Corte, aberta com a aposentadoria de Djalma Martins da Costa. A posse está marcada para o dia 6 de abril.

A nova desembargadora foi a mais votada da lista tríplice encaminhada pelo TJAM ao Governo do Estado. Segundo o Tribunal de Justiça, Vânia Maria Marques Marinho recebeu 20 votos, seguida do promotor Luiz Alberto Dantas Vasconcelos, com nove votos, e Mirtil Fernandes do Vale, com sete votos.

Em condições normais de temperatura e pressão, procuradores de Justiça disputariam o cargo. A promotora, entretanto, teve um cabo eleitoral de muito peso: o atual ministro do Superior Tribunal de Justiça, Mauro Campbell Marques, irmão dela. Futuro corregedor do Conselho Nacional de Justiça e com uma extensa folha de serviços prestados ao Ministério Público – já foi procurador geral de Justiça do Amazonas – e ao próprio Judiciário, ele pesou bastante na hora da escolha.

Wilson Lima afirmou que, além de respeitar a decisão da maioria do Pleno do TJAM, a escolha deve-se à trajetória da procuradora no MPE-AM, contribuindo com o sistema de Justiça amazonense, e na academia, como professora estatutária da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). O governador desejou sucesso à desembargadora em sua nova missão junto ao Tribunal de Justiça do Amazonas.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta