Uma transesculhambação

Por Ronaldo Derzy Amazonas*

Venho acompanhando com especial contrariedade o desenrolar de uma polêmica que nasceu de fato pra promover discussões acaloradas não somente na sociedade, porém, e mais nitidamente, trazer impactos negativos no meio desportivo amador e profissional onde mais precisamente ela se desenvolve.

Estou falando da autorização para que transgêneros( pessoas que têm uma identidade de gênero diferente de seu sexo natural) possam competir em modalidade desportiva daquela diferente do seu sexo de nascimento.

Quando uma pessoa que nasce menina, cresce e se identifica como menino e, a partir dessa nova escolha, deseja praticar e participar de competições exclusivamente masculinas (o que é muito raro) sejam individuais ou coletivas, penso que até aí nenhuma diferença de domínio ou vantagem há dado que é cientificamente comprovado que a força física masculina identificada especialmente pela presença do hormônio testosterona, estando no lado oposto, prevalece e se impõe.

Ocorre, que quando invertemos a lógica e tomamos como exemplo o caso de um menino que cresce como menina e, quando adulto, decide disputar competições individuais ou coletivas em esportes exclusivamente femininos aí ao meu sentir, os adversários dessa pessoa transgênero em que pese todas as explicações clínicas e laboratoriais, as apaixonadas posições ideológicas e as recorrentes manifestações de grupos das causas LGBTXYZetc e tal, não me convencem e não tem sido capazes de suadir renomados pesquisadores, técnicos e escolas do pensamento desportivo.

O gênero masculino é masculino do nascer ao morrer, assim como o gênero feminino também, até que um dia alguém inverta a lógica cromossomial de que XX é mulher e XY é homem pois ainda não nasceu um Einstein na biologia para provar por meio de fórmulas e equações do contrário.

É uma tremenda forçação de barra a atitude de clubes, entidades, federações, confederações e até comitês esportivos interplanetários deliberarem contra a natureza biológica e humana criando regras e impondo goela abaixo uma tremenda aberração que tenta distorcer e aniquilar com uma das mais pétreas e sacras regras do mundo esportivo que a da igualdade nas competições, pode antecipar resultados e impor a vantagem de um competidor sobre o outro, permitindo num futuro não muito distante que a transesculhambação se sobrepuje sobre a normobiologia e fadando muitos esportes ao fracasso e à morte.

Té logo!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
3

LEAVE A REPLY