Uma moção de aplauso imerecida

O presidente Bolsonaro não merece nenhuma moção de aplauso. Nada fez por Manaus ou pelo Amazonas. Ao contrário, mais uma vez, ele e sua bancada de parlamentares atacam a Zona Franca de Manaus (ZFM), questionando, inclusive, a política de incentivos fiscais. A ZFM é um polo industrial que sustenta o estado do Amazonas e proporciona uma arrecadação pública, estadual, municipal e federal, expressiva e muito importante. É um polo consolidado, precisa ser protegido porque é um polo brasileiro. E o governo Federal vai na contramão disso, tanto Bolsonaro quanto o seu ministro da economia.

Aliás, é o governo que acabou com o programa Minha Casa, Minha Vida e não construiu, sequer, uma casa na cidade de Manaus. Acabou com o Luz Para Todos, com o Bolsa Família e deixou milhares de famílias da cidade de Manaus fora do Auxilio Brasil. Também é o governo que cortou recursos do Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). É o governo que entregou para a iniciativa privada o setor de energia, fazendo com que as contas aumentem constantemente. Privatizou toda a estrutura da Petrobras, e o gás de cozinha e a gasolina aumentando e as pessoas sem condições de pagar o botijão de gás.

Esse é o governo do atraso e do retrocesso, que nada trouxe para o Amazonas, para a cidade de Manaus. Por isso, não vejo sentido algum nessa moção aprovada na CMM. Quero parabenizar o vereador Sassá da Construção (PT), por ter sido o único contrário a essa proposta.

E o povo quer o Lula de volta, porque seu governo foi de inclusão social, de oportunidades, de emprego, da prorrogação da Zona Franca, de possibilidade e de uma vida melhor para população. E é isso que as pessoas querem de volta. Isso que o povo de Manaus e do Amazonas quer

Qual Sua Opinião? Comente: