Temer nomeia para o Ministério da Educação gestor incluído na lista de “fichas sujas” do TCE

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O novo ministro da Educação do país, nomeado pelo presidente Michel Temer (MDB), consta da lista de gestores que tiveram contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Amazonas, divulgada há poucos dias pelo órgão. Rossieli Soares da Silva teve suas contas referentes ao ano de 2014, quando foi secretário de Educação do Estado nas gestões do atual senador Omar Aziz (PSD) e do governador cassado José Melo (PROS), rejeitadas pelo colegiado no dia 5 de dezembro do ano passado.

Na prática, a rejeição das contas não impede que Silva seja ministro, mas coloca sob suspeita tanto a função que já exercia, de secretário nacional da Educação Básica, quanto o novo posto que acaba de assumir.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta