Seduc e Semed dizem que volta às aulas ainda não está definida

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

As Secretarias de Educação do Estado e de Manaus divulgaram notas informando que não existe ainda nenhuma definição, muito menos data, para o retorno dos estudantes às salas de aula. No caso do município, um documento divulgado hoje em aplicativos de conversa, falando em retorno no primeiro dia de agosto, foi atribuído a uma escola que estava promovendo debates sobre a retomada, mas sem nenhuma certeza.

Veja as duas notas:

SEDUC

“A Secretaria de Estado de Educação e Desporto esclarece que não procede a informação de que os profissionais da educação que atuam nas escolas da  rede pública estadual retornam às atividades presenciais no dia 1º de julho.

A Secretaria de Educação destaca que ainda  não há data definida para o retorno das atividades presenciais nas escolas estaduais. A pasta já está trabalhando em um planejamento estratégico para a adoção de protocolos de saúde conforme as diretrizes e orientação dos órgãos estaduais e mundiais de saúde.”

SEMED

“A Secretaria Municipal de Educação (Semed) esclarece que não procede a informação do retorno das aulas presenciais na rede municipal de Manaus para o dia 1º de agosto. O documento divulgado na manhã desta quarta-feira, 24/6, não tem validade oficial e se trata de uma deliberação interna da escola municipal Sabá Raposo, que na última semana realizou uma reunião com os professores para tratar sobre os cenários para o possível retorno das aulas.

A Semed reitera que não há previsão para o retorno das aulas presenciais e que isso só será possível a partir das deliberações dos órgãos de saúde. Para tanto um Grupo de Trabalho (GT) intersetorial foi criado, com participação das áreas de saúde, educação e assistência, a fim de fazer o monitoramento epidemiológico, bem como organizar os protocolos de segurança para um possível retorno. As equipes de infraestrutura já começaram a verificar os equipamentos necessários para que professores, gestores e alunos sintam-se seguros em um possível retorno.

A Secretaria tem desenhado um plano de retorno às aulas presenciais, agindo conforme as orientações do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e reforça que jamais optará por qualquer decisão que coloque alunos, professores e outros servidores da educação em risco. Por isso, lançou uma pesquisa on-line para saber a opinião dos pais ou responsáveis, educadores e estudantes sobre o assunto em questão.”

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta