Rainha Ester

Era uma semana em que o colégio de Maú programava uma gincana teatral com o intuito de animar as crianças com performances artísticas.

A professora de artes pensou em montar uma peça de teatro e, durante as aulas, ficava observando o pendor de cada uma daquelas criaturinhas para viverem personagens no palco.
-Crianças, que tal a gente montar na semana da gincana teatral uma peça?
-Que legal professora! e eu tenho uma boa ideia pra gente colocar em prática. Foi logo soltando a inquieta Maú.
-Pois muito bem minha pequena. E qual é essa ideia?
-Poderemos fazer uma peça de teatro baseada na Bíblia. Saiu-se a menina.
-O que vocês acham dessa ideia da Maú. Perguntou a professora, e a maioria das opiniões foram concordantes com a ideia da Maú.
-Mas qual será a peça? Vai se basear em quem ou em qual livro da Bíblia? Indagou a professora.
-Eu ouvi falar e gostei muito da história da vida da rainha Ester professora e acho que a gente pode montar uma peça baseada nela. Asseverou uma Maú com muita convicção.
-Olha que excelente ideia! Então vamos estudar sobre nossa personagem Ester para conhecermos melhor quem foi, o que fez e sua história de vida.
-E já que a Maú deu a ideia nada mais justo do que ela viver a protagonista. O que acham?
Por unanimidade todos os coleguinhas concordaram em que Maú representasse a rainha Ester na peça de teatro.
-Então criançada, vamos voltar hoje para casa e vamos pesquisar e conversar com os papais sobre quem foi, o que fez e o que representou na Bíblia e também representa para os tempos atuais a nossa personagem Ester?
-Vaaaaaaamosssssss!!! Em coro responderam os pequenos.
De volta para casa, já entrando e tirando roupas e sapatos como de costume, Maú foi sapecando os pais com perguntas, entusiasmada com a escolha dela pelos seus amiguinhos para viver Ester na peça teatral.
-Mamãe e papai, vocês sabiam que vai haver uma gincana teatral no colégio e que a minha ideia de falar da rainha Ester da Bíblia foi aceita? E ainda fui a escolhida para viver essa personagem?
-Mas que notícia maravilhosa minha filha! Foi logo se expressando uma mãe toda contente.
-Estou muito feliz minha princesa por sua ideia e por terem escolhido você. Completou o pai.
-Mas a professora pediu pra gente aprender com nossos pais tudo o que tiver a respeito da vida de Ester e não sei muito sobre ela embora saiba que ela foi uma mulher que tinha três qualidades: coragem, sabedoria e humildade. Pontuou uma Maú toda determinada.
-Muito bem! E isso é tudo verdade. Mas vamos estudar mais e mais sobre a bela e exemplar vida de Ester, minha filha, para que você possa desempenhar um papel brilhante nessa peça. Disse o pai orgulhoso.
-Ester foi uma mulher brilhante e inspiradora para sua gente e escolhida por Deus para salvar o povo hebreu. Estando seu povo sob exílio no reino da Pérsia quando Jerusalém havia sido destruída, sendo órfã, foi criada por um primo seu. Ela era uma mulher muito bonita e, por essa condição, quando a esposa do rei da Pérsia se recusou a se apresentar a ele durante uma festa, este resolveu destronar a rainha e lançou um concurso de beleza para definir e eleger nova rainha onde Ester saiu-se vencedora e daí foi coroada. Porém, sendo judia, Ester escondia essa condição  para não ser perseguida. Assim se expressou o pai de Maú.
-Papai, como a rainha Ester conseguia manter segredo sobre ser judia? Perguntou Maú.
-Ela precisou de muita determinação e coragem para sustentar esse segredo. Respondeu o pai.
-Ocorre, minha filha, que numa das visitas que seu primo que a criou fez ao palácio real, este ouviu uma trama por parte de uns oficiais dos rei que iriam matá-lo. O primo contou a Ester esse fato e esta avisou imediatamente ao rei que determinou a morte dos oficiais traidores. Colocou-se a mãe de Maú.
– Poxa mamãe que história de violência e de perseguição não é? Será que a vida de Ester vai ser sempre assim? Quis saber logo uma pequena tomada de curiosidade.
-Não minha pequena! Ester terá um papel dos mais importantes na proteção de seu povo porque era uma mulher de Deus. Senão vejamos: Quando o rei nomeou o novo primeiro ministro que pertencia a uma tribo diferente dos judeus, este exigiu que todos se curvassem diante dele. O primo de Ester, sendo judeu, relutou em cumprir com essa determinação. Então, o ministro pediu ao rei, que este ordenasse a morte e todos os judeus. Isso entristeceu ao primo de Ester. Quando esta soube desse fato, pensou em ter uma conversa com o rei. Acontece, que pelos costumes daquele reino, somente poderia se aproximar do rei quem este convidasse do contrário seria morto. E, apenas a quem o rei estendesse seu cetro de ouro, poderia falar com ele. Ester então teme pela sua vida e pede ao seu povo que se voltasse para Deus em orações e súplicas pedindo proteção para suas vidas e para que o rei a recebesse. Depois de três dias de orações, Ester vai até à presença do rei que a recebe e estende seu cetro em direção a ela. O rei então diz a Ester que o que ela pedisse inclusive metade do seu reino ele a daria. Ester pede apenas que o rei prepare um banquete e convide o primeiro ministro. Relatou a mãe de Maú.
-Não estou conseguindo entender mamãe quais são os planos da rainha Ester após ser recebida pelo rei.
-Essa parte da história seu pai vai completar. Disse a mãe.
-Pois então minha filha. Foi preciso ainda um segundo banquete para que os planos da rainha Ester continuassem. Tudo isso movida pela sabedoria porque Deus estava com ela. Chegado o dia do novo banquete, na presença do primeiro ministro, Ester conta ao rei os planos deste para matar todo o povo judeu o que incluía a própria rainha movido apenas por sua vaidade.
O rei fica furioso e manda enforcar o ministro. Mas como um rei não podia voltar atrás em seu próprio decreto, este emite uma nova lei determinando que o povo judeu lutasse contra seus agressores. Os judeus enfrentam seus opressores e saem vitoriosos e com isso são poupados, graças à sabedoria e à persistência de uma mulher corajosa, habilidosa e temente a Deus.
Completou o pai de Maú.
-Eu sabia papai que minha escolha seria a mais acertada pois tão logo conheci as primeiras informações sobre a rainha Ester, fiquei tomada de admiração e respeito pela sua trajetória de vida não somente como rainha mas como uma mulher de Deus e fiel aos Seus ensinamentos. Saiu-se assim uma Maú mais que confiante e animada com sua personagem Bíblica favorita.
Mas, apenas estudar para conhecer melhor sobre a vida da rainha Ester não era o suficiente para aquela menininha vivaz e decidida.
O que movia Maú rumo ao aprendizado era a expectativa de representar a rainha Ester na peça de teatro e isso a deixava feliz e ansiosa ao mesmo tempo.
Chegado então o grande dia da apresentação, todos, pais, alunos, professores, parentes e curiosos, foram para o auditório assistir à performance dos coleguinhas de Maú que encenariam no palco a vida da rainha Ester.
Cenários montados em forma de um palácio, luzes, muita gente filmando e lá estava a turminha no palco se apresentando.
Maú como rainha Ester de vestido vermelho, manto amarelo ouro, cetro de rainha e uma coroa que segurava seus longos e ondulados cabelos.
Todos se saíram maravilhosamente bem. A cena era aquela em que o rei recebe a todos seus súditos e convidados para um banquete a pedido da rainha Ester.
Encerrado o espetáculo muitos e muitos aplausos.
Por fim, a escolha da pequena Maú em retratar a vida de uma mulher inspiradora como Ester, mereceu a admiração de todos.
A trajetória de Ester, demonstra de como Deus usou um concurso de beleza para elevar à condição de rainha uma serva sua.
Prova que Ester foi uma mulher escolhida por Deus para conduzir, salvar e levar o povo de Deus para um redil de temperança e fidelidade aos seus propósitos, mantendo o Criador no controle de tudo e de todos inclusive sobre reis e estados a fim de guardar seu povo da injustiça e da perseguição.
Os planos de Deus não se frustram. Eles se cumprem.
Deus não precisava de Ester mas esta, ao se manter fiel e obediente aos seus planos, recebe do Pai toda atenção e sabedoria.
Assim devemos ser todos nós na atualidade. Seguirmos fiéis aos ensinamentos e mandamentos de Deus para sermos merecedores  de toda proteção e todas as bênçãos dos céus.
Amém!

Qual Sua Opinião? Comente: