Polícia já apreendeu 28 toneladas de pescado ilegal e cadastra entidades para doação

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Mais de 28 toneladas de pescado apreendidas, de janeiro até agosto deste ano, em ações do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPamb), da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), e da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) foram doados para entidades socioassistenciais de Manaus. No período, 50 entidades filantrópicas foram beneficiadas.
Até agosto, a Dema instaurou 12 inquéritos policiais para apurar a prática de pesca ilegal. O delegado titular da Dema, Herbert Lopes, explica como funciona a doação da carga apreendida.

“Após a apreensão, é feito um procedimento criminal no qual realizamos a vistoria para que a carga apreendida fique apta para a doação. Existe uma lista de beneficiados, que são cadastrados e homologados na Vara do Meio Ambiente. Quando é de grande proporção, ela é destinada para o Mesa Brasil, que faz essa redistribuição para aquelas instituições que trabalham com assistência social”, disse.

O delegado ressaltou a importância em repassar os alimentos para as entidades cadastradas. “Você ajuda na destinação para aquela carga ilegal após todos os procedimentos obrigatórios. É algo digno, na questão social, poder ajudar essas pessoas com alimentos”, salientou.

Instituições

A coordenadora do projeto social Mulheres Guerreiras, Marina Trajano, disse que a doação de pescado é recebida com muita alegria por toda a equipe.

“É muito importante quando a delegacia do Meio Ambiente repassa esses alimentos para nós. Alguns deles (atendidos pela ação) não têm o que colocar na mesa, e quando recebem esse peixe é uma alegria imensa. E nós estamos ajudando as famílias que realmente precisam”, explicou.

Cadastro

As entidades que desejem receber as doações desses alimentos devem comparecer à sede da Dema, nas dependências do 23º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na rua Paul Adam, Conjunto Shangrilá III, bairro Parque Dez. O contato da unidade policial é o (92) 99962-2340.

Os documentos necessários para entidades aderirem ao benefício são um requerimento solicitando a doação, Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), endereço e nome de um responsável.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta