Paulinho Faria, maior apresentador do Garantido, morre aos 61, vítima da Covid-19

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O ex-apresentador do boi Garantido, Paulinho Faria, 61, morreu hoje no hospital da Samel, em Manaus, onde estava internado tentando se recuperar dos efeitos da Covid-19. Autor do famoso bordão “mas quem é Garantido levante o braço”, ele era idolatrado pelos torcedores do boi vermelho, mesmo depois de ter deixado o posto.

Conhecido como “menino de ouro” do Garantido, como foi batizado pelo radialista Edu Costa, ele também dirigiu o time Sul América, de Parintins. Paulinho Faria começou aos 13 anos no rádio e virou apresentador do Garantido dois anos depois. Foram 26 anos na função, com nada menos que 24 vitórias.

Milhares de fãs do eterno apresentador do Garantido estão manifestando solidariedade à família. O apresentador foi internado no final de janeiro no hospital Padre Colombo, de onde foi encaminhado ao Jofre Cohen, referência no tratamento da Covid-19 em Parintins. Como o quadro agravou-se, foi transferido para Manaus no dia 3 de fevereiro. No final da semana passada foi intubado, com 75% do pulmão comprometido. Hoje, não resistiu.

Coube ao irmão, Zezinho, comunicar o falecimento nas redes sociais.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Kennedy Lyra

    Grande figura, o inesquecível Paulinho Faria

Deixe uma resposta