Pacientes renais crônicos protestam na sede do governo e conseguem liminar que obriga atendimento

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

renais

Os pacientes renais crônicos – pessoas que precisam fazer hemodiálise constantemente, sob pena de perderem os rins e virem a falecer – conseguiram ontem uma liminar que obriga o Estado a prestar atendimento. Paralelamente à ação judicial, eles pararam o trânsito em frente à sede do governo para chamar a atenção da população para o drama que aproximadamente 300 pessoas vivem hoje no Estado.

A Clínica Renal, que tinha a maior disponibilidade de máquinas para hemodiálise, rompeu o contrato com o governo por causa dos constantes atrasos nos pagamentos. O débito chaga a R$ 6 milhões. A Secretaria de Saúde anunciou que passaria a atende-los no hospital Adriano Jorge, mas isso até agora não aconteceu. Daí o desespero dos pacientes.

Veja a decisão:

liminar renais

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta