Nova secretária diz o que pretende fazer a princípio na SEAS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A nova secretária de Estado de Assistência Social, Maricilia Teixeira da Costa, iniciou a transição no órgão em substituição a ex-titular, Márcia de Souza Sahdo. A meta, nesse primeiro momento, é dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela antecessora e unir as ações da Seas com o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) e outros órgãos que formam a área social do Governo do Amazonas.

A nova titular da Seas disse que, nesses primeiros dias de transição, vai atuar de maneira a tomar conhecimento dos principais projetos e ações da secretaria. Serão mantidas iniciativas, como as bases emergenciais de acolhimento provisório para pessoas em situação de rua, o auxílio financeiro de R$ 200 para as famílias em situação de extrema pobreza, a doação de alimentos e os restaurantes e cozinhas populares.

“Vamos dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela ex-secretária Márcia e imprimir a nossa marca, fortalecendo a parceria com o Fundo de Promoção Social. Por determinação do governador Wilson Lima, a Seas também continuará dando a sua contribuição no combate à pandemia porque a área social é, junto com a saúde e a economia, uma das principais frentes de batalha nessa crise que estamos enfrentando”, disse Maricilia.

Experiência

Maricilia Teixeira da Costa é amazonense da cidade de Manaus e tem 56 anos. É psicóloga formada pela Uninorte e tem pós-graduação em Psicologia Comportamental. Já atuou como estagiária na Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (2001 a 2004); foi coordenadora do Projeto Ame a Vida, da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (2005 a 2013); atuou na diretoria de eventos da Manauscult (2013 a 2017) e, antes de assumir a Seas, era assessora técnica do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (2017 a 2020).

Foto: Miguel Almeida

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta