Nossos heróis

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Estamos na semana da enfermagem. Dia 12 de maio é o dia dos enfermeiros e das enfermeiras. Neste momento estão na linha de frente no combate à pandemia do novo coronavirus.

A maior parte dos profissionais da saúde que atuam nas unidades de saúde, principalmente nos hospitais, são os enfermeiros e técnicos de enfermagem. Eles são fundamentais e imprescindíveis, assim como os médicos, na área da saúde especializada.

Um hospital não pode funcionar sem enfermeiros e técnicos. Nas visitas no interior do Amazonas encontrei enfermeiras administrando unidades de saúde.

Mas também está faltando esses profissionais em vários desses hospitais do estado.

E a categoria ainda não é devidamente valorizada. Depois de muita luta, o governo realizou concurso público. Mas foi necessário muita pressão para que a Secretaria de Amazonas de Saúde do Amazonas (Susam) chamasse todos. E ainda falta.

O Governo do Estado do Amazonas vem praticando a terceirização nos serviços de saúde, contratando empresas que pagam baixos salários e jornadas extenuantes. Pior, muitas empresas atrasam salários por vários meses e deixam de recolher obrigações trabalhistas e previdenciárias.

Essa terceirização e os esquemas de desvio de recursos da saúde, o escândalo denunciado pela Operação Maus Caminhos, deixaram precarizado o sistema de saúde do Estado, prejudicando a população e os servidores da saúde.

Na Câmara dos Deputados estou apoiando e lutando pela aprovação dos projetos que definem o piso salarial e a jornada de 30 horas semanais dos enfermeiros. Também apresentei projeto para pagar o adicional de insalubridade de 40% para os trabalhadores da saúde que estão atuando contra o covid-19.

Muitos enfermeiros e outros profissionais da saúde estão sendo contaminados pelo vírus. Faltam testes rápidos e equipamentos de proteção individual (EPIs). Quase dois mil desses profissionais estão com a doença.  E foi confirmado a morte de uma enfermeira e de oito técnicos.

É hora desses heróis serem valorizados!

Qual Sua Opinião? Comente: