Nos bastidores do UFC, comentários de que Manaus pode entrar na programação de 2016

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print
vitor x hendenson
Por Paulo Ricardo Oliveira*
Nos bastidores  do UFC São Paulo, que ocorre logo mais, rolaram comentários de que Manaus seria provável praça do Ultimate em 2016, mas nada de martelo batido sobre isso, conforme Rodrigo Minotauro, lutador aposentado e agora.embaixador do UFC no Brasil. “Manaus é uma fábrica de grandes campeões e.sabemos que o público prestigia o UFC. Há vários eventos programados p.o.ano.que vem. Mas os locais ainda serão definidos”, disse ele.
Para abrigar o evento em janeiro de 2013, o então prefeito Gilberto Kassab  (PSD), que cumpriria sua gestão um mês antes, investiu R$ 2, 5 milhões dos cofres públicos, em negociação que envolveu a.empresa do milionário Eike Batista.

Nesta edição, Vitor Belfort, 38, e Dan Henderson, 45, protagonizam o último ato da trilogia de ambos no circo da pancadaria, como atores principal do UFC Fight Night, no ginásio do Ibirapuera.  Os “tiozões” estão empatados – uma vitória para cada lado –  e hoje farão o tira – teima sob uma atmosfera mais de entretenimento que de competitividade. A verdade é Vitor e Henderson já não lutam em alto nível, considerando os 83 anos de idade somados, o histórico de reposição de testosterona e a disposição física de cada um.

Esse Ultimate, aliás, é um daqueles que podemos dizer para cumprir tabela, contrato de transmissão com tevê e faturar alto com bilheteria e assinaturas pay-per-view. Tanto Vitor quanto Henderson foram convocados como âncoras do evento pelo apelo de mídia e pelo conjunto da obra. A luta mais honesta confronta Glover Teixeira versus Patrick Cummins, porque estes, sim, estão em alto nível de competitividade.

Durante o teatro da pesagem dos lutadores realizada na sexta-feira  o ginásio nada além do.que estava no script. O que chamou atenção foi o fato de não.haver  crise para o público cativo do UFC, que lotou o Ibirapuera, comprou produtos da marca cotados em dólar, pagou R$ 25 por um cheese-burguer artesanal e R$ 10 por uma coca cola. Os ingressos variaram entre R$ 300 e R$ 1,8 mil. Em meio às tendas montadas para vendas,  música eletrônica comendo solta e modelos contratadas vendendo beleza, algumas celebridades tiveram seus 15 minutos de fama,  a exemplo de Joana Prado, ex – feiticeira e esposa de Vitor, que chamou atenção com seu salto, e o lutador americano Anthony Johnson (comigo na foto abaixo).
paulo com antony jonhson

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta