Manaustrans retira mais carcaças abandonadas das ruas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Uma operação de trânsito realizada simultaneamente em vias das zonas Norte e Leste, nesta sexta-feira, 13/4, removeu, nas duas áreas, um total de 12 sucatas de veículos abandonados. Os agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) percorreram os bairros Manôa, Cidade Nova, São José e Distrito Industrial, atendendo a denúncias de moradores das áreas. 

Antes da remoção, os proprietários são avisados para encontrar locais adequados para guardar os carros ou para realizar o conserto, pois alguns moradores utilizam as vias públicas como área de oficinas. O Manaustrans dá um prazo de 48 horas para que seja feita a retirada do veículo pelo proprietário. Se não forem retirados, o guincho remove.

De acordo com o diretor de Fiscalização do Manaustrans, Stanley Ventilari, as operações são importantes para dar fluidez na via e evitar o acúmulo de lixo. “A Prefeitura de Manaus tem dado prioridade nessa operação, pois, além de retirar essas sucatas, a população passa a ter mais qualidade de vida.  Por isso, é importante a retirada dos veículos.  Muitos deles acumulam detritos e insetos”, explicou.

“Esses carros ficam aí acumulando sujeira, servindo de abrigo para drogados. É gratificante ver a Prefeitura de Manaus levando esses veículos”, disse Carlos Souza, morador do conjunto Manôa. Ele disse que vai contribuir com o Manaustrans, avisando sobre outras sucatas no bairro.

Os carros removidos são levados para o Parqueamento da Prefeitura de Manaus no bairro de Santa Etelvina, zona Norte. Para liberar os veículos apreendidos, o proprietário deve dirigir-se ao setor de atendimento do Manaustrans, localizado na avenida Urucará, 1.180 -Cachoeirinha, apresentar os documentos, pagar despesas com a remoção e outras pendências como impostos não recolhidos, licenciamento e/ou multas.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Manauara

    Sabemos que vivenciamos uma guerra em Manaus. Mais até quando iremos conviver com os blocos de concreto colocados no meio das ruas. Na avenida perimetral do parque 10 aonde a iluminação é precária e que tais não são pintados com tinta REFLETIVA (Como determina o Contran) estão sujos o que tornam invisíveis a noite.

Deixe uma resposta