Lideranças de PC do B, PSOL, Avante, Podemos, PMN, Patriota e PR sinalizam apoio a David

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) apresentou na noite de ontem o nome do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida, como pré-candidato ao Governo do Amazonas nas eleições de outubro. O evento que aconteceu no escritório que ele mantém no Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus, onde centenas de apoiadores foram prestigiá-lo. Lideranças do PC do B, Avante, Podemos, PMN, PSOL e PR sinalizaram apoio à iniciativa.

O PR, presidido no Amazonas pelo deputado federal Alfredo Nascimento, pré-candidato a senador, não sinalizou ainda que pode marchar com David. A direção regional do partido se alinha mais neste momento ao prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSB). Mas o deputado Sabá Reis e a vereadora de Manaus, Joana D´Arc, fizeram questão de manifestar apoio ao presidente da Assembleia.

Os dirigentes regionais do Avante – David dos Feirantes -, do Podemos – deputado Abdala Fraxe – e do PC do B – senadora Vanessa Grazziotin e Eron Bezerra -, entretanto, praticamente selaram a aliança.

Pelo PMN, esteve no lançamento o presidente municipal de Manaus, Sirlan Cohen, mas o presidente regional, o vereador Chico Preto, não compareceu. Este último já se reuniu com David, mas balança entre ele e Wilson Lima (PSC).

“O PSB entende que chegou a hora de uma nova geração de políticos no Amazonas e o presidente David Almeida é dessa geração. Mostrou rapidez enquanto esteve governador no ano passado. Provou que é capaz de fazer muito mais, com responsabilidade”, discursou o presidente de honra do partido, deputado Serafim Corrêa.

“Sou filho de Ajuricaba, não vou desistir. Aqueles que clamam por mudança, se unam a essa corrente que vai entrar na história. Estou muito confiante e animado. Essa vai ser a eleição das pessoas contra a máquina”, afirmou David, que se filiou ao PSB neste ano, após convite da legenda para que ele assumisse o palanque da disputa majoritária nas eleições gerais deste ano.

O pré-candidato afirmou que nas próximas semanas ele e o partido vão ampliar o diálogo com outras legendas para reforçar o arco de aliança. Ele garante que as conversas já estão encaminhadas também com o PT, mas nenhum representante do partido foi ao evento de ontem. “Nós vamos conversar com todos que queiram construir esse novo projeto de libertação do Amazonas desse grupo que já está aí há mais de 30 anos”, disse ele.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta