Hissa divulga carta de compromisso em que fala de propostas e cutuca os principais adversários

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

carta hissa

O candidato a prefeito pelo PDT, Hissa Abrahão, divulgou hoje uma Carta e Compromisso, em que assume posições e aa adversários. Veja a íntegra:

“Iniciamos, hoje, mais uma campanha eleitoral. Manaus vive um momento único nestas eleições, após anos de buscas e tentativas por uma mudança verdadeira no nosso quadro político, teremos finalmente, nestas eleições, a chance de dar a oportunidade para novas ideias e por meio delas, construir um novo caminho.

Minha candidatura é de oposição. Não tenho acordos de bastidores. Não sou financiado pelo governo ou pela máquina da prefeitura, não temos uma estrutura milionária e sou contra a hipocrisia e o estelionato eleitoral. Nossas armas são ideias e propostas. Tenho uma vida limpa, o que não é nada além da minha obrigação. Sou candidato a prefeito por entender que não devemos mais adiar os nossos projetos que foram construídos ao longo de todos esses anos na vida pública, ouvindo as pessoas e estudando a nossa cidade. Sou candidato, pois desde 2012, boa parte da população já nos quer na prefeitura e tive, na época, que me tornar vice em uma chapa por uma decisão do meu antigo partido, mesmo estando a frente nas pesquisas. Posso dizer de cabeça tranquila, sem desmerecer a ninguém, que depois de Deus e do povo de Manaus, fui talvez, o grande responsável pela vitória que obtivemos, em 2012. Pelo menos é isso o que mais escuto nas ruas: “Hissa, votei nele por causa de você!”.

Cada vez que escuto isso me sinto mais compromissado em ser uma opção de mudança para Manaus. Nós somos a mudança verdadeira! Peço que analisem, pois, de um lado temos o pior governo da nossa história com seu candidato oficial que se apresenta como “mudança transformadora” e como o “novo”, mas como alguém pode, por exemplo, se propor a transformar a saúde em Manaus estando de mãos dadas com quem quer se livrar dos SPAs, CAICs E CAIMs? Mudança não é discurso, não é vestir uma camisa azul e nem slogan de propaganda. É atitude, é romper com o que não deu certo e lutar pelo que pode dar certo.

Do outro lado, temos um prefeito que pede a sua terceira chance para errar. Por que permanecer no erro?  Não concordo com sua gestão, por isso mesmo não estou mais nela, se eu quisesse, poderia ter me tornado um vice de “enfeite” usufruindo de automóveis, seguranças, funcionários e todas as benesses do cargo sem produzir nada de útil para o nosso povo. Este não é meu perfil, eu escolhi trabalhar. Não entendo a forma como ele trata o dinheiro público. Imagine você, faz sentido alguém dizer que não tem dinheiro para pagar uma conta de luz de R$ 200, enquanto gasta R$ 600 em um único almoço em um restaurante chique? Certamente não. Isso que o atual gestor fez, gastou R$ 270 milhões em propaganda enquanto dizia que não tinha R$ 289 mil para concluir uma obra de uma praça, como a da praça Adalberto Vale, por exemplo, no Centro de Manaus. Para mim essa conta não fecha, não adianta, não me conformo. Isso faz dele um ser humano ruim? Não sei, um gestor desastroso com certeza. O Arthur mostrou ser o cara da contabilidade, que colocaram pra fazer o trabalho do cara da informática. Está no lugar errado, poderia ser mais humilde, reconhecer sua falta de aptidão para o cargo e voltar para a contabilidade, ou melhor, para o senado. Lá, ele poderia ajudar muito Manaus, abrir espaço para quem deseja realmente fazer algo de novo e não apenas maquiar as coisas, pra quem deseja construir e não apenas pintar uma calçada de vermelho e chamar de ciclovia.

Temos vários candidatos, respeito todos. Comprometo-me em fazer uma campanha limpa, antes de tudo compromissada com a verdade. Peço o mesmo aos demais candidatos. Vamos debater projetos, soluções e melhorias. Vamos jogar limpo com nós mesmos e com o povo de Manaus.  Aos eleitores, peço que reflitam e avaliem, o quanto esta oportunidade é única, a de eleger um prefeito sem amarras, sem compromisso com grupo A ou B, com compromisso apenas com o povo e com as melhorias que todos nós precisamos. 

Agora peço que votem em mim por causa de mim. Estou pronto para ser prefeito, me preparei para isso e não apenas para ser candidato. Reúno o vigor, os projetos, a juventude e a experiência necessária para administrar Manaus.

Vamos em frente. A mudança tem de ser verdadeira”.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta