Haver

Durante o governo do Presidente Jair Bolsonaro a economia nunca andou como um caranguejo. O Governo vem enfrentando situações anômalas há três anos, superando todas e fazendo investimentos necessários em infraestrutura, saneamento e produção de alimentos etc. Luta contra os antipatriotas e o STF que agem constantemente contra os interesses do povo brasileiro; não considerando a sórdida postura de partidos que não admitem o sucesso e o crescimento da Nação – aspectos reconhecidos por todos os governantes dos demais países do mundo.

E, com a inflação estável, teremos o crescimento esperado pelos brasileiros. Billy Graham acaba de declarar: “ Será desta nação que virá o avivamento que se espalhará pelo mundo”. Declarar que o PIB será inferior a 1% em 2022 , representa o ódio externado pelos derrotados nas urnas; até porque no boletim Focus do Banco Central de 11 de julho consta que “a projeção do PIB para este ano está em 1,59 %”. Logo, a má-fé é cristalina, mas não altera o comportamento do eleitor bolsonarista.

Enquanto o Presidente Bolsonaro planeja importar óleo diesel da Rússia bem mais barato, alguns produtores rurais estão expulsando integrantes do MST que invadiram terras produtivas. Contudo, o que dói é saber que o Governo Federal fez o maior programa de desoneração de impostos do mundo com a retirada do ICMS do combustível, porém parte da imprensa que faz oposição ao Brasil se calou … Governadores que se negaram a baixar o percentual do ICMS como Rui Costa, governador da Bahia, e outros terão a resposta nas urnas – porque o povo já acordou e não acredita nas promessas levianas de políticos ineficientes que antes ilaqueavam a boa-fé dos incautos eleitores.

E, ainda, o Governo Federal vem revolucionando a utilização de ferrovias pelo Brasil; processo abandonado pelo lulopetismo. Assim, cresce a malha de ferrovias por esse país continental chamado Brasil. E, não é sem motivos que somos o melhor país da América Latina em parcerias público-privadas, conforme pesquisa elaborada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e revista The Economist.

Por fim, não se faz mais política com essa postura sórdida do PT que “está sendo acusado pela família do guarda municipal, morto em sua festa de aniversário, de se utilizar do fato para criar um palco de politicagem”, conforme declarou o irmão da vítima. Ele criticou a atitude da presidente do partido, Gleisi Hoffmann. Tirar proveito político de uma morte significa o fracasso e a leviandade de alguém desprovido de sentimentos. Neste caso, a mídia omitiu a verdade dos fatos ocorridos em Foz do Iguaçu, ao ocultar o início da transcrição que se refere a verdade: a rixa entre ambos era antiga. E, foi a polícia quem destruiu a falsa afirmação da mídia. Mas o que sobreleva é o grau de intolerância revelado dolosamente pela mídia torpe e irracional. O Presidente Jair Bolsonaro em um ato solidário telefonou para a família da vítima, expressando suas condolências.

Ora, esperar outro comportamento de quem não tem religião como os lulopetistas será sempre sonhar no vácuo da torpeza de seus atos. Até quando viverá a esquerda da destruição e da maledicência? E “se há déficit de civilidade, senhores ministros, é porque há superávit de canalhas”. Até onde o ex-presidiário pensa que engana terceiros ao afirmar ser inocente? Lula é uma ameaça à liberdade com a ditadura do PT.

E, encerrando com uma reflexão de William Shakespeare: “Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém. Posso, apenas, dar razões para que gostem de mim e ter paciência para que a vida faça o resto”.

Qual Sua Opinião? Comente: