Força Tarefa de defesa do consumidor vai se tornar instituição permanente, reunindo todos o ógãos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Reuni_o For_a Tarefa (8)

Representantes das instituições que integram o grupo Força Tarefa em defesa do consumidor participaram de reunião na manhã desta quinta-feira, dia 21, na sede do Procon-AM para discutirem a institucionalização do grupo e a criação de um Fórum que fortaleça ainda mais as discussões e ações em defesa dos direitos do consumidor. 

A secretária executiva do Procon-AM, Rosely Fernandes, apresentou um esboço com propostas para institucionalizar o grupo e consolidar a criação do Fórum Amazonense de Defesa do Consumidor, um espaço no qual a troca de informações e as ações conjuntas ganhariam ainda mais representatividade e força. 

Estavam presentes os representantes do Procon-AM, Rosely Fernandes, dos Ministérios Públicos Federal (MPF) e do Estado do Amazonas (MP-AM), Rafael Rocha (pelo MPF), Otávio Gomes e Sheila Santos (pelo MP-AM); das Defensorias Públicas do Estado do Amazonas (DPE-AM) e da União (DPU), Carlos Almeida Filho (pela DPE-AM) e Vicente Carneiro (DPU); Ouvidoria e Proteção ao Consumidor de Manaus, Afonso Lins Júnior, Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-AM, Marcos Salum e Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus, Álvaro Campelo. 

Todos os participantes levaram uma cópia do documento elaborado pela secretária executiva do Procon-AM para darem sugestões à proposta. Rosely Fernandes destacou a importância da criação do Fórum e da institucionalização do grupo Força Tarefa, que além de dar maior visibilidade e robustez às ações realizadas pelas instituições reunidas, garante também assento em outras importantes entidades ligadas às questões dos direitos do consumidor, como a  Associação Brasileira de PROCONS – Proconsbrasil. 

A reunião também serviu para comunicados referentes a encontros nacionais ligadas a questões de interesse dos consumidores e alinhar outras pautas a serem trabalhadas em conjunto pelo grupo Força Tarefa.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta