Fiscais visitam salões de beleza e barracas, em ação educativa

Os fiscais da Visa Manaus visitaram, na manhã desta quinta-feira, 10/8, salões de beleza, na zona Centro-Sul, para verificar a documentação de liberação para atuar na atividade, as condições de higiene e os processos de esterilização de material utilizado, durante os procedimentos realizados pelos estabelecimentos. Outra ação foi realizada na noite desta quarta-feira, 9/8, nas barracas que comercializam comidas típicas, durante o 61º. Festival Folclórico de Manaus, no Complexo Turístico Ponta Negra.

Segundo o secretário municipal de saúde, Marcelo Magaldi Alves, essas ações vão além das comemorações pela passagem da semana da Vigilância Sanitária. Elas representam o início de uma propagação mais intensa de boas práticas em vários segmentos de atuação, na prestação de serviços e venda de produtos que estão, eminentemente, sob a fiscalização da Semsa por meio da Visa Manaus.

“O caráter dessas ações é muito mais de orientação para que os estabelecimentos possam conhecer mais sobre as determinações legais e comecem a operar dentro do que se estabelece. Evidentemente, se houver situações em que a saúde pública estiver comprometida nossos fiscais vão notificar para que o problema seja solucionado o mais breve possível”, declarou Magaldi.

Segundo a diretoria da Visa Manaus, Eunice Mascarenhas, a blitz nos salões de beleza é educativa e os fiscais distribuem o manual “Beleza com Saúde”, produzido pela Semsa que contém informações importantes sobre os procedimentos corretos, durante a manipulação de produtos e objetos de apoio na prestação dos serviços.

“Além das orientações, nós estamos realizando a captação de dados sobre a atividade de salões de beleza e clínicas de estética para realizarmos uma pesquisa de avaliação das condições gerais do segmento e, futuramente, realizar novas fiscalizações”, afirmou Eunice.

Monitoramento

Na ação da noite de quarta-feira, batizada de operação “Festas Populares”, os fiscais avaliaram se os donos de restaurantes e lanchonetes estão colocando em prática as orientações recebidas durante a capacitação que realizaram, sobre o cuidado e manipulação de alimentos comercializados durante o 61º Festival Folclórico do Amazonas, na Ponta Negra.

“Deu para perceber, de uma maneira geral, que os manipuladores e os responsáveis pelas barracas vêm atendendo as nossas orientações. Isso para nós é muito positivo, porque o nosso objetivo é proteger a saúde da população manauara”, afirmou o fiscal da Visa Manaus, Fabrício Barros.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. MANAUARA QUER FISCALIZAÇÃO 24 HORAS POR DIA.

    Gostaria de saber quando a VIGILÂNCIA SANITÁRIA estará fiscalizando os lanchonetes, bares e restaurantes em Manaus??? Quando teremos uma fiscalização PERMANENTE nos mercadinhos, supermercados e panificadoras?? Não existe um programa de fiscalização para estes estabelecimentos e com isto a população de Manaus fica exposta a diversas doenças pela falta de higiene, em alguns estabelecimentos não existe nem combate de ratos e baratas.
    Está na hora de termos uma fiscalização que funcione 24 horas por dia e 7 dias por semana, afinal MANAUS É UMA METRÓPOLE e nossos gestores tem que pensar melhor em relação as acoes de fiscalização, visando atender as necessidades da CAPITAL DO AMAZONAS.

    LEMBREM-SE: MANAUS É UMA METRÓPOLE, É A CAPITAL DO AMAZONAS, E TEM DIVERSOS ESTABELECIMENTOS QUE FUNCIONAM SÓ PELA PARTE DA MANHA, PELA PARTE DA NOITE. E DOENÇA NÃO TEM HORÁRIO.

    A comercialização e manuseio de alimentos em Manaus não recebe uma fiscalização rigorosa, e com isto a população fica desprotegida e sem o serviço necessário.

    Está na hora de nossos “VEREADORES” criarem uma lei exigindo a fiscalização 24 horas por dia e 7 dia por semana.

Deixe uma resposta