Festival de tolos

Por Sancho Gil*

Como dizia o blog da Bell, pioneira nesse ofício, antes mesmo de Moisés lançar o seu “tablet” conectado com os dados nas nuvens e com os dez mandamentos, “é preciso ler o segundo caderno e saber ouvir o bem-te-vi”.
Na marcha da insensatez em curso no Brasil, desnudada em 2018, vimos valores e os instintos mais sacanas serem apresentados num muito prazer irracional. A meritocracia deles, dentro desse contexto, é dar dignidade aos ignorantes, elevar a autoestima dos idiotas, valorizar a estupidez, dar voz aos imbecis e cargo aos canalhas. Precisa dizer mais?

Antes, estávamos presos aos valores e preconceitos do século 19. Com o estado brasileiro sequestrado, na ladeira da degradação, em pouco tempo descemos dois degraus seculares e voltamos para a idade das trevas no século 17, onde a religião se sobrepõe e vale mais que a ciência. Agora, chegamos no século 16, declarando guerra aos índios pela exploração da terra, com a FUNAI sendo instrumento de ataque aos povos indígenas. E ainda estamos só na metade do ano. Espero não chegar, com esse ativismo medieval, no início das cruzadas e na peste negra, pois como diz o “caboco”, na sua sabedoria de coisas coisadas: “aí é pacabá!!!”

Um verdadeiro festival de tolos em cena nas terras de Vera Cruz, que não foram descobertas e sim invadidas com muita matança. E, como cereja estragada desse bolo, Vejo um quasímodo, mal educado, mal acabado e um Frollo (homem mau que destrata as pessoas no campanário do seu cercadinho palaciano: O CEO das milícias hereditárias e rachadinhas).

As vezes fico de boca “abrida” com tamanho contra censo desmedido, valores investidos, chegando achar Bebel na Califórnia natural. Nesse festival de tolos, os corruptos criaram o “Portal da Transparência”, enquanto que os honestos criaram o “sigilo de 100 anos e o orçamento secreto”. Um foi preso pra não ser eleito, o outro quer ser eleito para não ser preso. Acabo de descobrir que o fundo do poço tem subsolo. Vai entender!

É tipo: “na minha corrupção, não existe governo!”

#ACABOU SONARO

*Apenas um rapaz latino americano sem dinheiro no banco.

Qual Sua Opinião? Comente: