Ela tem motivos para lhe mandar um beijo: recebeu R$ 32 milhões dos governos Omar e Melo

A senhora que você vê na foto acima é Maria Dorotéia Gomes Pacheco da Silva. Ele pode ser considerada uma pessoa influente. Afinal, quem no Estado recebeu do Governo uma bagatela de R$ 32 milhões nos últimos cinco anos? A resposta é: ela, apenas ela.

Ainda no governo Omar Aziz, em 2012, Doroteia levou para casa R$ 15 milhões, a título de desapropriação de um terreno onde se localiza o bairro Monte das Oliveiras. E o fez mediante um acordo com a Superintendência de Habitação do Amazonas, na época comandada pelo engenheiro Sidney Robertson Oliveira.

Já em plena crise, durante o governo José Melo, a “Vovó do Tombo”, como ficou conhecida há alguns anos, por causa de atividades nada republicanas,  faturou ainda mais: R$ 17 milhões por outro terreno, onde existe hoje o conjunto Novo Mundo.

Mas o que diferencia Dorotéia de tantos outros cidadãos postados na fila dos precatórios do Estado há anos, por vezes décadas? E como ela consegue receber quantias tão vultosas?

A resposta pode estar nas parcerias que ela construiu nos últimos anos, especialmente com um empresário e pecuarista com forte influência no governo, e que seria seu sócio oculto. Só ele teria a capacidade de mobilizar Suhab, Secretaria de Terras e Procuradoria Geral do Estado para, juntas, autorizarem tamanhos desembolsos.

Dorotéia aumentou consideravelmente seu patrimônio sob Omar e Melo, como nenhum outro amazonense, nem o empresário mais bem sucedido, conseguiu nos últimos tempos.

Vale ou não vale uma investigação rigorosa dos órgãos de fiscalização? Afinal, é dinheiro para Eike Batista ou Marcelo Odebrecht nenhum colocar defeito!

Veja abaixo o documento do acordo firmado em 2015 e a lavratura que lhe deu a posse sobre o terreno onde fica o Novo Mundo:

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY