“É preciso defender a democracia”

Recolho essa oportuna e primorosa frase expelida pela boca do ministro Edson Fachin, falando na condição de Presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

Para início de conversa já vou logo dizendo, que o TSE é uma aberração jurídica e institucional.
O TSE, enquanto corte suprema eleitoral, é uma jaboticaba termo que se aplica a algo que só existe no Brasil.
Cabide de empregos, gastos anuais bilionários, zona de acordos espúrios entre poderes e zero de eficiência e efetividade, esse é o espelho de uma corte de justiça que, se fosse extinta, as consequências seriam as melhores possíveis para o país e sua gente.
Pode muito bem o Ministro Fachin não saber porque vai apanhar por meio desse artigo mas, eu sei muito bem porque vou bater tanto em Sua Excelência. Quem fala o que quer, ouve o que não quer!
Sabe ministro Fachin, concordo plenamente com sua afirmação pois é preciso sim defender a democracia.
E vou além! Mais do que defender, é preciso proteger a democracia.
Temos a obrigação enquanto cidadãos, de defendermos e protegermos a democracia dos maus ministros como Vossa Excelência e tantos outros que no dia a dia rasgam a constituição que juraram aplicar.
Necessitamos defender e proteger a democracia dos maus gestores públicos, dos maus policiais, dos maus veículos de comunicação e dos maus jornalistas e radialistas, dos maus juízes, dos maus servidores e dos péssimos políticos que elegemos e sustentamos.
A sociedade brasileira precisa proteger a democracia das viciadas e assombrosas sentenças judiciais que, dia após dia, corroem o tecido jurídico pátrio, afrontam e fragilizam nossa Carta Magna.
Quem, Ministro Fachin, coloca em perigo a democracia brasileira, não são aqueles que Vossa Excelência quis dirigir um discurso inoportuno e carregado de recados e insinuações desnecessárias.
Quem dispara todos os dias ameaças à tenra democracia brasileira, são colegas seus de bancada no STF, aqueles e aquelas que sentam ao seu lado e, por meio de decisões equívocas e recheadas de ativismo judicial e político, apequenam nossa democracia e relegam ao nada nossa lei maior.
Não tivesse Vossa Excelência o passado que tem, ligado à defesa, enquanto advogado, dos movimentos radicais de esquerda, talvez suas palavras fizessem até sentido.
Seu passado lhe trai Ministro Fachin. Suas estreitas ligações com políticos e gestores já julgados e condenados lhe condenam. Suas decisões e sentenças de duvidoso valor jurídico na defesa de maus políticos, lhes tiram a razão. Sua frase é morta em si mesma posto que soa como retumbante hipocrisia.
A democracia brasileira precisa sim de diligentes, sábios e probos juízes.
A democracia brasileira necessita ser defendida pela boca de políticos sérios, pelos atos de gestores públicos honestos, pelo posicionamento de cidadãos de conduta ilibada e por instituições verdadeiras e não de fachada como soi ser o TSE.
Soa mal para um ministro vitalício sair em defesa da democracia, se os atos e decisões que pratica repetidamente, desmentem categoricamente essas falas carregadas de ilusória verdade.
Aprenda de uma vez Ministro Fachin, que a nossa frágil e sofrida democracia, só subsiste e sobrevive, graças à luta de muitos brasileiros que honraram a toga, patriotas que a defenderam das sombras do comunismo, parlamentares corajosos que atuaram por gestos e palavras nos púlpitos dos parlamentos, e, de cidadãos de bem que saíram às ruas lutando para protegê-la dos ataques das hordas de traidores.
É preciso sim, Ministro Edson Fachin, defendemos a democracia desde que com atitudes e decisões adotadas de modo sincero, corajoso, seguro, verdadeiro e sem nenhum pingo de hipocrisia.
Viva a democracia brasileira apesar de e com aqueles que a afrontam.
Té logo!

Qual Sua Opinião? Comente: