Deputado anuncia que vai convocar Paulo Guedes para se explicar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

“O Projeto Zona Franca de Manaus é estratégico para soberania do país”, disse o deputado federal José Ricardo (PT), nesta terça-feira (23), ao anunciar na tribuna da Câmara dos Deputados que vai convocar o ministro da Economia, Paulo Guedes, para prestar esclarecimentos acerca de declarações dadas em entrevista a um canal de TV por assinatura, na noite da quarta-feira (17), quando afirmou que o Brasil não deve pagar pela manutenção da Zona Franca de Manaus (ZFM). A audiência com o ministro será realizada por meio da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços e da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, em data ainda a ser definida.

Durante a entrevista, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que reduzirá as alíquotas de Impostos sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre o que é produzido na Zona Franca de Manaus. Para José Ricardo, Paulo Guedes cometeu um terrível engano ao fazer essa declaração, uma vez que a ZFM é projeto de desenvolvimento econômico que sustenta o estado do Amazonas e também importante para o país garantindo sua soberania, já que o Amazonas é um estado de fronteira com alguns países. Além da área educacional e socioambiental que o modelo atua.

“O Governo Federal tem que cuidar do nosso país. E a Zona Franca de Manaus faz parte do país. O Amazonas e o povo que mora lá também são Brasil. É dela (ZFM) que tiramos a arrecadação do estado; os recursos para manter a Universidade Estado do Amazonas (UEA); a preservação do meio ambiente, onde nossa floresta está preservada em mais de 90%, graças ao modelo econômico; e, principalmente, a geração de empregos diretos”, destacou José Ricardo, lembrando que mais de 123 mil empregos foram gerados durante os governos do PT, portanto, vai continuar lutando contra mais essa ameaça ao Estado.

O requerimento convocando o ministro deverá ser aprovado nesta quarta-feira (24), durante as reuniões ordinárias das comissões da Câmara Federal.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta