Aniversário com caciques e cinco mil pessoas mostra força de Josué

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Josué Neto (PSD), comemorou 44 anos de idade ontem com uma festa que, para muitos, foi a largada para uma eventual candidatura a prefeito de Manaus. Ele nega, mas agradece e deferência e recebeu mais de cinco mil pessoas no Clube Municipal, entre eles colegas de situação e oposição, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, líderes comunitários, pastores e alguns caciques.

O governador Wilson Lima (PSC) não compareceu porque teve que embarcar para sua primeira viagem internacional, à Colômbia, onde participa de um evento ambiental, mas o vice-governador, Carlos Almeida (PRTB) estava lá, assim como o senador Omar Aziz (PSD) e os deputados federais Marcelo Ramos (PR), presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência, Delegado Pablo (PSL) e Sidney Leite (PSD).

Onze deputados estaduais, cinco ex-deputados e secretários, do município de Manaus, e do Estado, também se fizeram presentes. O oposicionista Wilker Barreto (PHS) adiantou seu retorno de Tabatinga, na fronteira do Amazonas com a Colômbia, apenas para participar do evento.

Mas o que chamou atenção mesmo foi a presença do engenheiro Ricardo Luiz Monteiro Francisco, irmão do ex-deputado federal Roberto Jefferson e vice-presidente da Executiva Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro. As especulações de que Josué Neto deverá trocar de partido na janela partidária de julho são recorrentes.

Abordado durante a festa sobre a presença de tantos nomes na festa, Josué Neto minimizou dizendo que “são apenas amigos queridos”. “Convidei muitos amigos queridos e todos estiveram aqui para me dar um abraço fraterno”, disse.

Em relação às eleições de 2020 Josué Neto negou o interesse mas deixou escapar a intenção. “Agradeço a lembrança mas é cedo para falar das eleições do próximo ano. E caso tenhamos essa indicação o que prevalecerá é o mesmo sentimento da Assembleia: de pegar o melhor de cada um em benefício do serviço público”, disse.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta