UEA vai dar auxílio a alunos em situação de vulnerabilidade social

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Fortalecendo as ações sociais para diminuir os impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) lançará nesta semana, o Auxílio Socioeconômico Emergencial para alunos que, neste momento, estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

O benefício é destinado aos alunos regularmente matriculados, em cursos de graduação e pós-graduação Stricto Sensu da UEA, que comprovem vulnerabilidade socioeconômica, agravada por situações emergenciais, inesperadas e momentâneas, as quais coloquem em risco a permanência e a conclusão do curso.

Inicialmente, o apoio financeiro de R$ 400, será concedido para 300 alunos da capital e do interior do Amazonas, durante três meses.  As inscrições ficarão abertas, exclusivamente, no portal da UEA (www.uea.edu.br), na categoria Seleção e Concursos/Assuntos Comunitários. Para validar o processo, os candidatos devem preencher o Questionário Socioeconômico (online) e Enviar a Documentação Comprobatória.

Todos os candidatos do Auxílio Socioeconômico Emergencial da UEA deverão comprovar renda familiar bruta mensal, per capita, de até um salário mínimo e meio, e estarem regularmente matriculados em, pelo menos, uma disciplina no período letivo 2020/2.  Vale destacar que o benefício será concedido, preferencialmente, aos alunos que não recebem nenhum tipo de bolsa ou auxílio estudantil.

“Tempos muito difíceis requerem sensibilidade e atenção aos mais vulneráveis. A nossa Universidade segue atenta aos tempos e se coloca à serviço para diminuir, ainda que temporariamente, as desigualdades”, destacou o Reitor da UEA, Cleinaldo Costa.

Mais informações sobre o benefício podem ser obtidas pelo contato (92) 3214-5772, ou pela página oficial da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEX/UEA), no Instagram, com o link:

https://instagram.com/proexuea?igshid=14080d9aqcu6.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta