Quadrilha presa assaltou pelo menos 30 residências em Manaus, diz a Polícia Civil

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Uma ação integrada entre a Secretaria de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e a Polícia Civil resultou na prisão, entre a noite de quinta-feira (23/2) e a tarde desta sexta-feira (23/2), de seis pessoas que fazem parte de uma quadrilha especializada em roubos e furtos a residências em Manaus. De acordo com as investigações, a quadrilha é responsável por, pelo menos, 30 ocorrências entre janeiro e fevereiro deste ano.

Na tarde de ontem, Messias Vila Gelim Moriz, 30, Wagner Carlos da Silva Souza, 31, Matheus Freitas Cegadilha, 18, e Eriksonn da Silva e Silva, 30, foram presos, em flagrante, no bairro Nova Cidade, zona norte, após cometerem o furto a uma residência. Com eles, a polícia apreendeu televisores, utensílios domésticos, uma escopeta, além de uma porção de pasta base de cocaína e R$ 167 em espécie.

Na tarde de hoje, Pedro Junior Viana dos Santos, 38, e Vitor dos Santos Porto, 21, foram presos numa loja na Rua Guilherme Moreira, no Centro, zona sul, que era utilizada para a comercialização dos produtos roubados. Durante a prisão, a polícia apreendeu celulares, uma TV, uma balança de precisão e uma porção de drogas. Ainda durante a ação, dois veículos foram apreendidos. Um carro modelo Corsa, de cor vermelha e placa JWI-9851, e um Fiat Uno de cor cinza e placas JWK-7977.

Messias, Wagner, Matheus e Erikson devem responder pelos crimes de furto qualificado, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, associação criminosa e tráfico de drogas. Matheus também deve responder por estupro de vulnerável porque no curso das investigações descobriu-se que ele vivia com uma adolescente de 13 anos. Pedro e Vitor devem responder por receptação qualificada. As investigações continuam porque a polícia possui evidências do envolvimento de mais pessoas na quadrilha.

Quadrilha se disfarçava de gari – Para invadir as residências, o grupo criminoso se utilizava de diversos disfarces. Um dos mais comuns era o fardamento de servidores da limpeza pública. Vestidos a caráter, eles monitoravam residências que seriam seus alvos. Segundo os investigadores, o grupo também agia usando criança de colo e uma menor de idade. Os dois veículos apreendidos eram utilizados nas ações criminosas.

“É uma associação criminosa bem articulada. Eles se dissimulavam com uniformes de uma empresa pública de limpeza. Observavam as residências que não tinham moradores e arrombavam residências. Eles utilizavam uma criança e um menor de idade para poder se passar por moradores da região e não levantar nenhum tipo de suspeita”, disse o coordenador de operações da Seai, delegado Denis Pinho.

A prisão da quadrilha é resultado de aproximadamente 50 dias de uma investigação que envolveu 20 policiais da Seai, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERF) e do Departamento de Repressão Sobre Narcóticos (DENARC). Titular da delegacia de Roubos e Furtos, Adriano Félix, pede que pessoas que possam colaborar com informações sobre a atuação do bando e, até, elucidar outros casos, colaborem com o trabalho policial. 

“Caso alguma vítima ou alguém reconheça, em filmagem, os infratores ou reconheça o carro, pedimos que venha até a delegacia para dar informações. Elas serão muito importantes ao processo”, reforçou Félix.

A DERFD fica na rua 07 de Abril, antiga Avenida J, nº 215, Alvorada. O telefone da unidade policial é o 3239-3780.

FOTO: Erlon Rodrigues

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta