Prefeito de Rio Preto processa presidente do Sindicato dos Servidores por calúnia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

20150731133338ernani

O prefeito interino de Rio Preto da Eva, Ernani Santiago (foto), apresentou queixa-crime por calúnia contra o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Rio Preto da Eva, Fernandez Silva e Silva, que o acusou de apropriação indébita de verba descontada dos salários.

Na realidade, havia um acordo do Sindicato com o prefeito afastado, Luiz Ricardo Chagas, para o pagamento de R$ 700 mil à entidade, como forma de compensação aos servidores, que tiveram parcelas de empréstimo consignado descontadas no contra-cheque, sem que os valores tenham sido repassados à Caixa Econômica Federal.

Ao assumir, no dia 18 de junho, quando a Justiça determinou o afastamento de Ricardo, Ernani mandou apurar várias irregularidades, inclusive o acordo firmado entre a prefeitura e a Caixa, para a concessão de empréstimos consignados asos servidores – aqueles que têm como garantia o próprio salário que eles recebem.

Como recebeu a prefeitura em situação pré-falimentar, Ernani não teve como fazer o repasse ao Sindicato. Para pressionar o prefeito interino, Fernandez decidiu registrar um boletim de ocorrência na Delegacia local, acusando-o de apropriação indébita.

Agora, o prefeito reagiu e garante: não vao deixar a situação como está. “Fui ferido na minha honra porque estou zelando pelos cofres municipais. Este cidadão terá que responder a inquérito por ter me caluniado”, garantiu.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta