População pressiona vereadores de Itacoatiara a assinar CPI da Saúde

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Depois que o Ministério Público do Estado pediu o afastamento do prefeito de Itacoatiara, Antonio Peixoto (PT), agora é a vez da Câmara Municipal ouvir o clamor popular e propor a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as diversas denúncias de malversação do dinheiro público contra a administração. Há hoje uma grande pressão para que mais parlamentares assinem o requerimento apresentado pelo vereador Richardson do Mutirão (PL), que conta por enquanto com três assinaturas, mas precisa de cinco para vingar.

As denúncias contra Peixoto se multiplicam a cada dia e agravaram-se depois da manifestação de médicos do município, que reclamaram de atrasos nos pagamentos de salários e de falta de condições de trabalho.

Em março, A 3ª Promotoria de Justiça de Itacoatiara pediu o afastamento dele por 180 dias e a condenação do prefeito do município, Antônio Peixoto, por improbidade administrativa. A ação envolve a prorrogação de contrato emergencial firmado em 2017 com a empresa Guild Construções para serviços de limpeza pública e coleta de lixo.

De acordo com a promotora Tânia Maria de Azevedo Feitosa, Peixoto praticou atos ilegais previstos no Artigo 11 da Lei 8.429/92, entre eles o de “retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício” ao descumprir decisões judiciais que determinaram a habilitação da empresa Estrela Guia na licitação da Prefeitura de Itacoatiara.

Desde o início do mandato, as denúncias são recorrentes, Soma-se a isso a gestão claudicante, que não resolve os principais problemas da cidade. Basta uma volta por Itacoatiara para perceber os buracos nas ruas, lixo a céu aberto e desorganização.

Recentemente, a Prefeitura pagou absurdos R$ 9 por um pacotinho de coloral de 100 gramas.

Na semana passada vazou áudio em que o secretário de Governo, Márcio Souza, e a chefe de gabinete do prefeito, Tatiana Menezes, pediam ao ex-Presidente da Comissão Geral de Licitação que beneficiasse a empresa Adriano Marques Franco – ME, na licitação de combustíveis do município.

Os médicos reclamam de atraso no pagamento de salários, principalmente para aqueles que estão na linha de frente do combate à pandemia da Covid-19, falta de condições mínimas de trabalho, de material, de pessoal especializado e de médicos especialistas. Eles ameaçaram parar os serviços normais e manter apenas a urgência.

Na última segunda feira (01), três vereadores assinaram o requerimento que pede a instalação da CPI, que quer investigar principalmente os gastos da Prefeitura durante a pandemia. Faltam duas assinaturas para ela vingar e a pressão sobre os vereadores nas redes sociais é grande (veja abaixo meme amplamente divulgado esta semana).

Itacoatiara é o oitavo município em casos de Covid-19 confirmados e o sexto em registro de óbitos decorrentes da doença.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. R. Hermida

    Bora trabalhar, nobres vereadores, transparência no processo é fundamental.

Deixe uma resposta