Pesquisas mostram um bolo de quatro candidatos que tendem a se aproximar de Marcelo Ramos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

enfrenta.fw

As pesquisas realizadas nos últimos dias, tanto as divulgadas oficialmente quanto aquelas de consumo interno das coligações, mostram duas tendências claras na corrida pela prefeitura de Manaus: a consolidação do prefeito Arthur Neto em primeiro lugar, com vaga garantida em um eventual segundo turno  e viés de alta, à medida em que a militância tucana for para as ruas e a formação de um bolo, com quatro candidatos absolutamente empatados, correndo para tentar alcançar o segundo colocado, o ex-deputado Marcelo Ramos, que cai à medida em que a população fica sabendo que ele é o candidato do governador José Melo.

Os candidatos Hissa Abrahão, Henrique Oliveira, Silas Câmara e Serafim Corrêa aparecem em todas as pesquisas embolados com intenções de voto na casa dos 8%. Todos eles terão problemas para explicar coisas do passado, mas a tendência é que cresçam por não estar atrelados a nenhum grupo do poder. Hissa foi vice de Arthur; Henrique é vice de Melo; Silas tem forte ligação com o senador Omar Aziz e Serafim já foi prefeito e saiu mal avaliado.

O nome que poderia surpreender, o do deputado José Ricardo, parece estar estigmatizado depois de tudo o que aconteceu com o PT. Ele não ultrapassa a marca de 3% em nenhuma pesquisa. Numa campanha mais rápida, será difícil decolar.

Ao que tudo indica, a maior emoção da campanha ficará por conta da tentativa dos quatro cavaleiros de se aproximar de Ramos e a luta deste para se desvincular da imagem do governador José Melo – extremamente desgastada – e se manter em segundo lugar.

Por outro lado, a decisão em primeiro turno é praticamente impossível.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta