Pescador que ofendeu esportistas em vídeo e cometeu crime ambiental é preso em Novo Airão

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

crime ambiental 2

A Polícia Militar e o Instituto de Preoteção Ambiental do Estado flagraram ontem o pescador Alex Cavalcante, que divulgou vídeos hostilizando pescadores praticantes do pesque e solte enquanto praticava pesca predatória próximo a Novo Airão (AM). Ele estava acompanhado de outras duas pessoas. (veja o vídeo abaixo)

Durante a atividade foi constatada quantidade de pescado, espécie tucunaré (CICHLA SSP), acima do limite permitido, constatou-se ainda que estava sendo feita utilização de arpão e diversos outros materiais de mergulho profissional que não são autorizados para a pesca pelo órgão de proteção, além de nenhum dos ocupantes ter qualquer tipo de autorização para a prática de pesca de qualquer natureza.

Em consequência das infrações cometidas o IPAAM aplicou duas multas, uma no valor de $10.600 (dez mil e seiscentos reais) e outra no valor de $10.000 (dez mil reais), totalizando $20.600 ( vinte mil e seiscentos reais) em multas. Todo o material utilizado na pesca predatória e a embarcação foram apreendidos.

De acordo com a Delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes contra Meio Ambiente (DEMA), Ana Cristina Braga, o caso estava sob investigação da polícia desde o dia 10 e, para não atrapalhar a apuração, nenhuma informação foi repassada.

O major Renato Schmitz, do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Amazonas (BPAM), informou que os agentes reforçaram os trabalhos de fiscalização no local onde um dos vídeos foi gravado.

Ele disse que já tinham informação que se tratava do rio Apuaú, na margem esquerda do Rio Negro, acima da comunidade Ana Célia, próximo ao município de Novo Airão, distante cerca de 190 km de Manaus. Por esse motivo o trabalho foi intensificado, mas, para que o suspeito fosse pego, era preciso realizar o flagrante.

Na manhã dessa terça feira (12), Um grupo de pescadores esportivos de Manaus compareceram até a sede do Batalhão da Policia Ambiental para formalizar uma denúncia e cobrar um posicionamento sobre a atitude do suspeito que aparece nos vídeos.

Em seguida a PMA obteve a informação que o homem que aparece no vídeo estaria realizando uma “pescaria” na mesma região.Um destacamento foi enviado de barco para a o local  e durante patrulhamento, os fiscais realizaram o flagrante.

De acordo com a legislação federal, para realizar a pesca esportiva, a pessoa deve possuir a Licença de pesca Amadora (RGP), emitida pelo (extinto) Ministério de Pesca, além de se limitar a recolher 10 kg de pescado mais um exemplar sem limite de tamanho.

crime ambiental 1

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta