O enorme incômodo dos opositores de Eduardo Braga

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

20130309024800covencao

Tenho acompannhado as linhas e entrelinhas escritas nos últimos dias e toda movimentação frenética dos bastidores da política local. É possível perceber que os opositores de Eduardo Braga estão muito, mas muito incomodados. Eles esperavam que, com a chegada de Artur Neto à Prefeitura, um rolo compressor passaria por cima do senador, estraçalhando suas chances de voltar ao Governo em 2014. Pensavam que veriam nestes primeiros meses de 2013 um Braga irascível, perdido, atacando tudo e todos.

Pois bem, o novo prefeito já deixou claro que recebeu uma Prefeitura endividada e complicada. Explodiu a bomba em cima justamente de seu maior apoiador, o ex-prefeito Amazonino Mendes e sabe que vai ter dificuldades de administrar. Além disso, conflitos internos no grupo que ascendeu ao poder com ele começam a minar a gestão.

O governador Omar Aziz, por sua vez, fez mexidas importantes, afastando auxiliares muito ligados a Braga, mas não se manifesta sobre um rompimento, o que incomoda aqueles que vêem no afastamento definitivo dos dois a peça que ftitlea na engrenagem que imaginam ser necessário montar para derrotar o senador.

Eduardo Braga, por sua vez, suavizou o discurso, evitou atacar os desafetos, mergulhou no mandato de senador e na função de líder do Governo no Senado. Assumiu a relatoria da MP dos Portos, a mais importante materia do momento no Congresso, depois dos roytitlees do petróleo. Está,enfim, empenhado no trabalho e nem um pouco interessado em brigar com quem quer que seja. Os números de sua popularidade, para completar, se mantêm intactos, para desespero de muitos.

Na tentativa de desestabilizá-lo, os adversários inventam factóides. Falam do andamento de um processo de cassação, com base no acolhimento de depoimentos como provas, quando na verdade a defesa ainda não foi provocada a se manifestar, o que é imperioso. Tentam diminuir o papel do senador no PMDB nacional, quando na realidade foi ele o primeiro a falar no programa do partido, levado ao ar na semana passada, e também recebeu tratamento de estrela na Convenção do final de semana.

Podem anotar: nos próximos dias a artilharia vai aumentar. Mas Braga, que sabe muito bem de onde vêm os tiros, está com seus escudos a postos.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta