O coronavírus é menos letal que alguns prefeitos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Quando observo que: Roma, Barcelona, Paris, Buenos Aires, Brasília, Etc, estão, com orçamentos bilionários, Hospitais hiper aperalhados e corpo de Saúde competentíssimos, estão Decretando cessação de quaisquer atividades de aglomeração, como missas, cultos, shows, eventos esportivos e, principalmente suspensão das aulas, em alguns casos com medidas simples, como antecipação das férias escolares, férias coletivas, etc, fico me perguntando por que alguns Governantes e prefeitos da nossa região estão demorando tanto para copiar o que está ocorrendo em centros muito mais capacitados e de maior orçamento que Manaus e, principalmente, Municípios do interior.

É óbvio que a roleta russa que alguns governantes estão fazendo vai dar errado com consequências absurdamente imprevisíveis, mas catastróficas, que poderiam (e deveriam) ser evitadas .

A responsabilização administrativa, civil, e criminal, principalmente desses Prefakes e seus “fiscais”, ou seja, os Parlamentos deve ser por omissão de socorro e prevaricação, dolosa e com todas as agravantes possíveis .

Ouvi nesse domingo, horrorizado, um prefake dizendo que no seu municipio não há nenhum caso diagnosticado e se houver eles mandam para Manaus …. como diagnosticariam se não há testes específicos nem para malária ou dengue ? Como “mandam para Manaus”, se a crise na Saúde aqui está em toda mídia nacional ?

É urgente que os Órgãos de Controle e Fiscalização desses lunáticos se pronunciem coercitivamente ou teremos um estado de Zumbis e o caos na Capital.

É inconcebível, até para uma ameba, que nas escolas do interior, principalmente nas áreas rurais, onde não há nem Cibalena, as aulas não possam ser suspensas ou as férias antecipadas em, no mínimo15 dias, para que a onda passe e os riscos diminuam.

O que mais falta a esses prefakes não são recursos ou testes laboratoriais e medicamentos para tratar o Corona Vírus, é competência e lucidez, pois a imbecilidade deles é incurável

*O autor é advogado, professor universitário e parecerista.

Qual Sua Opinião? Comente: