Número de pessoas que precisam de leito de maior complexidade cai 40% em 12 dias

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O número de pessoas aguardando remoção de um leito de menor complexidade para um de maior complexidade no Amazonas reduziu em 40,6%, nos últimos 12 dias. Na tarde desta segunda-feira (08/02), o Sistema de Regulação do Estado registrava 391 chamados em espera, sendo 336 de pacientes com Covid-19. Doze dias atrás, eram 659 pessoas aguardando uma remoção.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), a redução está relacionada à abertura de novos leitos pelo Governo do Amazonas. Com a estabilização do fornecimento de oxigênio em curso, o governo deu prosseguimento ao plano de abertura de 350 novos leitos exclusivos para a Covid-19, dos quais 188 entraram em funcionamento nas últimas duas semanas, para atender vítimas do Novo Coronavírus de Manaus e do interior do Estado.

No intervalo das últimas 24 horas, a redução foi de 32,3% na fila para remoções, saindo de 497 pessoas, no domingo (07/02), para 336 nesta segunda-feira.

Somente nas últimas 24 horas, o Governo do Amazonas realizou a remoção de 98 pacientes de unidades do interior para a capital e entre os hospitais da capital, dos quais 87 pacientes com Covid-19. Outras 31 remoções autorizadas estavam em andamento na tarde desta segunda-feira.

Entre sexta-feira (05/02) e esta segunda-feira, começaram a funcionar nos hospitais Nilton Lins e Platão Araújo mais 89 leitos exclusivos Covid-19, 45 deles de UTI, 5 de sala vermelha e 39 leitos clínicos.

Ao longo dos próximos dias, serão abertas mais 30 UTIs no Hospital Delphina Aziz. Novos leitos também serão disponibilizados no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) e na maternidade Ana Braga.

A Central de Remoção trabalha na transferência dos pacientes pelo serviço de transporte sanitário terrestre (ambulância) e por aeronave. São 33 ambulâncias terrestres, sendo 10 de suporte avançado (UTI) e 23 de suporte básico.

Da fila de UTI aérea, cinco remoções foram realizadas nas últimas 24 horas. Sendo quatro pacientes com Covid-19, dos quais três de Parintins e um de Benjamin Constant. O outro paciente, sem o novo coronavírus, foi transferido de São Gabriel da Cachoeira.

Na capital, os chamados em espera nesta segunda-feira, somam 235 (60.31%), sendo 220 de Covid-19, enquanto no interior totalizam 156 (39.9%), com 116 pacientes de Covid-19.

FOTO: Djalma Junior 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta