MPE dá prazo de 30 dias para prefeito de Manacapuru corrigir erros na contratação de pessoal

Trinta dias. Esse foi o prazo estabelecido, no dia 4 deste mês, na recomendação dos promotores de Justiça, Vitor Moreira da Fonsêca, Aurely Pereira de Freitas, Sarah Clarissa Leão, para o prefeito de Manacapuru, Beto D´Ângelo (Pros) corrigir o processo de contratação de servidores temporários e apresente uma proposta para a realização de concurso público para a Prefeitura da cidade.

Em junho deste ano, um grupo de moradores denunciou ao Ministério Público Estadual (MPE) irregularidade no Processo Seletivo Simplificado (PSS), elaborado pela Prefeitura de Manacapuru, para contratação de pessoal para diversos cargos na administração de D´Ângelo.

De acordo com os promotores de Justiça, existem irregularidades na contratação de pessoal e caso o prefeito não cumpra o prazo estabelecido, Beto D´Ângelo deve responder ação judicial pelo MPE. Na recomendação, o órgão quer reavaliar a documentação dos candidatos ao PSS e a aprovação de notas inferiores a cinco na prova objetiva.

 

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY