Ministério Público inicia análise jurídica dos dados repassados pela CPI da Saúde

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

“Vamos despachar para que seja feita toda a análise jurídica e possamos dar devido encaminhamento ao que foi apurado pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde, seja por intermédio de recomendações, por outras medidas a critério das Promotorias especializadas ou pela atuação do próprio GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado)“. A afirmação é do procurador geral de Justiça do Amazonas, Alberto Júnior, que recebeu ontem o relatório final da investigação.

O documento foi entregue pelo presidente da CPI, deputado Delegado Péricles (PSL). Durante conversa com o PGJ, o parlamentar descreveu o conteúdo reunido durante os 180 dias de trabalho da comissão, com levantamento de dados, oitiva de pessoas envolvidas e análises.

O Ministério Público seguirá com os trâmites normais da investigação proposta, começando pela análise jurídica e, se for o caso, a abertura de inquérito ou outro procedimento administrativo.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta