Médicos do interior vão aprender as técnicas para intubar pacientes

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Visando o melhor atendimento aos pacientes nas cidades do interior do estado, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) está viabilizando um treinamento sobre procedimento de intubação orotraqueal e manejo de respirador pulmonar aos médicos que atuam na rede pública. O objetivo é que os profissionais se sintam mais seguros para promover o procedimento, quando necessário.

O médico Marlon Amaral, Apoio Técnico da SES Interior, conta que a pasta está fazendo um levantamento dos profissionais que dominem a técnica e que possam, voluntariamente, promover o treinamento presencial a outros médicos. A SES-AM vai fornecer bonecos de intubação, laringoscópio, tubo orotraqueal e outros materiais necessários para o procedimento.

“O objetivo é dar segurança aos médicos que já estão na linha de frente e capacitar aqueles que têm pouca segurança no manejo desse procedimento. Será um treinamento presencial, respeitando o distanciamento, e que em um dia a gente conclui. Os municípios que não tenham profissionais habilitados, a SES-AM vai providenciar”, observa Amaral.

Podem participar do treinamento todos os médicos que atendem no município, tanto os da rede hospitalar quanto os da Atenção Primária à Saúde (APS). Por se tratar de um procedimento invasivo, o treinamento em intubação orotraqueal é voltado apenas a médicos. A atividade conta com o apoio da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que já possui um treinamento próprio.

Inicialmente, a capacitação em procedimento de intubação orotraqueal será realizada nos municípios da Região Metropolitana de Manaus e, posteriormente, será expandida para as demais cidades do interior do Amazonas.

Treinamentos

A Secretaria de Saúde vem realizando treinamento diversos com os profissionais, a fim de mantê-los atualizados sobre as técnicas e que possam prestar o melhor atendimento aos pacientes. Desde o início da pandemia de Covid-19, já foram oferecidas capacitações sobre aparelhos de suporte à vida, como aparelhos de gasometria, respiradores invasivos e não invasivos e ventilação mecânica.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta