Líder dá boas vindas a Alessandra Campelo, que deixou o PC do B para se filiar ao PMDB

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

vicente e alessandra

Líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Amazonas, Vicente Lopes define a colega Alessandra Campêlo como uma parlamentar de mandato “marcado pela competência e capacidade de interceder em favor do menos favorecidos”. Por isso, o PMDB “sente-se engrandecido” com a sua presença. Na manhã desta quinta-feira 10, Alessandra, eleita pelo PCdoB, anunciou que estava deixando o partido para se filiar ao PMDB, que tem como presidente regional o senador licenciado e ministro de Minas e Energia Eduardo Braga.  “Enquanto líder do PMDB,  quero dizer que é um privilégio tê-la no partido”, garante Vicente Lopes.

Com o ingresso de Alessandra, o PMDB passa a contar com quatro representantes na Assembleia Legislativa do Amazonas: além de Vicente Lopes, o partido tem Belarmino Lins e Wanderley Dallas e em número, empata com o PSD do senador Omar Aziz. A diferença é que Francisco Gomes é suplente de Sidney Leite (Pros), licenciado para assumir a  Sepror (Secretaria de Produção Rural), que pode reassumir o mandato a qualquer momento.

 Outro caso é do deputado Ricardo Nicolau, que estaria disposto a trocar de partido, conforme especulado na imprensa. O PSD conta ainda com David Almeida e Josué Neto, presidente da Casa. Todos esses arranjos, segundo Vicente Lopes,  são próprios do período eleitoral, quando os políticos procuram se acomodar naqueles partidos que melhor “atendam o que eles desejam para a sociedade em termos ideológicos  e possam trazer força e segurança, visando a eleição”.

 

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta