Juízas condenam A Crítica, Manaus Hoje e BNC por favorecer Marcelo Ramos

A Justiça Eleitoral determinou que os jornais A Crítica e Manaus Hoje, da Rede Calderaro de Comunicação, publiquem direito de resposta do prefeito Arthur Neto (PSDB). Os dois veículos produziram edições na última quarta-feira, 26, atacando o tucano. O site BNC também foi condenado a retirar todas as publicações ofensivas a Arthur.

O jornal A Crítica foi condenado pela edição em que estampou imagem do prefeito, com a manchete “Chovem denúncias” na capa. A juíza Lídia Frota considerou que “a nobre vocação de jornalista não autoriza que o uso de veículo de informação a serviço da maledicência, devendo sim, ter o compromisso de pautar sua conduta dentro da ética necessária para garantir a isenção no exercício da função de informar, o que não se percebe no caso examinado nos autos”.

O jornal Manaus Hoje, do mesmo grupo de comunicação, publicou no mesmo dia uma capa que trazia foto do prefeito com a machete: “DEU RUIM!”. E arrolava uma série de acusações contra Arthur. A juíza Cármen Aguiar Fernandes também considerou a edição tendenciosa.

Arthur Neto terá o direito de usar a edição de sábado para responder, mas A Crítica e o Manaus Hoje podem optar por pagar multa no valor de R$ 15.961,50, cada um.

O BNC pagará multa diária de R$ 50 mil se não retirar as postagens ofensivas.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. wdson moraes

    hiel ese jornal convive sepre na cozinha governo tanto e que o sogro de umas delas se mantm ate hoje na imprensa oficial ate hoje diga se 25 anos

Deixe uma resposta