Governo tenta desqualificar jovem militante que lidera o “Fora Melo”

Julio Lins é um jovem militante político amazonense, que se destacou na campanha pelo impeachment da presidente Dilma Roussef e acabou se transformando em uma das lideranças do movimento apartidário “Vem Pra Rua”. Pois agora ele decidiu abraçar uma campanha pela cassação do governador de seu Estado, José Melo, e por isso virou alvo da mídia aliada do governo. Por causa de sua nomeação como coordenador político do gabinete do vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta, estes veículos tentaram reduzir a campanha pelo afastamento do governador a uma iniciativa do grupo que comanda a Prefeitura de Manaus.

“Sou, antes de tudo, um ativista político. É o que sou. É minha essência. Os que me atacam ignoram ou desconhecem esta trajetória”, diz Julio. “Com 15 anos, organizei minha primeira manifestação. Aos 17, organizei o ´Fora Dilma´ em Manaus. Percorri o Brasil como porta-voz do Vem Pra Rua em 2015 e início de 2016”, acrescenta.

Por causa de seu trabalho como ativista político, Julio foi eleito “Estudante do Ano” da maior rede de estudantes do mundo, o Students For Liberty e foi receber o prêmio internacional em Washington D.C..

“Diferentemente daqueles que me atacam, NÃO FUI CANDIDATO EM 2016 E SEQUER SOU FILIADO A PARTIDO POLÍTICO. Não tenho medo de me expor e de lutar pelo que acredito – diferentemente daqueles que, por trás de blogs, fakes e vídeos distorcendo a voz, servem unicamente para destruir reputações e manchar imagens”, ataca o ativista.

Sobre a nomeação, que decorre de uma relação com Rotta, decorrente da campanha pelo impeachment, Julio Lins garante: “Nenhum cargo público – ou até mesmo privado – vai mudar minha essência questionadora. Tomei a frente da organização do movimento ´Fora Melo´ e estou sofrendo as consequências de um sistema impiedoso”.

Mas ele não se intimida. “Ninguém precisa me incentivar a combater um governo tão ou mais incompetente e pavoroso que o governo Dilma. E vamos pra rua no domingo”, conclui.

Veja o vídeo que ele postou sobre o assunto nas redes sociais:

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

4 COMMENTS

  1. É Julio Lins, o Lindberg Farias (Senador) começou assim também como líder estudantil e na frente do Impeachment do Color e olha onde ele estar agora, você será mais um a se corromper. muito bonito einh?
    Não acredito no seu discurso.

  2. Todos tem direito de militar politicamente, agora dizer, que esse movimento é a partidário, é zombar da inteligência dos outros, né não? Assuma sua preferência rapaz! É mais bonito, diga a todos q vc é da juventude do psdb. Agora fora melo e temer!

LEAVE A REPLY