Fundação do AM estuda se vacina BCG pode reduzir o impacto da Covid-19

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) participa de estudo que avalia se a vacinação com BCG (Bacilo de Calmette e Guérin) pode reduzir o impacto da COVID-19 em trabalhadores de saúde, população mais exposta ao novo coronavírus. Esrão sendo selecionados profissionais que nunca contraíram a doença ou tuberculose. Trata-se do Brace Trial Brasil.

Não se trata de uma nova vacina e sim a mesma BCG aplicada em crianças de todo o mundo. Estudos preliminares apontam que ela pode diminuir pela metade a mortalidade dos infectados e proteger contra outras doenças infecciosas, além de melhorar a resposta de outras vacinas.

O estudo internacional irá vacinar 10 mil voluntários na Austrália, Reino Unido, Espanha, Holanda e Brasil. O participante desse estudo poderá tomar uma vacina aprovada pela Anvisa para COVID-19.

Para realizar pré-cadastro e saber mais basta acessar o site www.ipccb.org/bcgbrasil

Trabalhador de saúde é qualquer pessoa que trabalhe em um ambiente de assistência médica ou tenha contato pessoal com os pacientes (recepcionistas, técnicos, médicos, enfermeiros, porteiros, setor administrativo, fisioterapeutas, técnicos, profissionais que realizam atendimento domiciliar de pacientes com COVID-19, outros).

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta