Fornecedor suspende fornecimento de papel à PM. Comida e telefones também atrasados

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

papel pm

A empresa FullCopy, que é detentora do contrato de fornecimento de papel à Polícia Militar, suspendeu o fornecimento por falta de pagamento. As faturas estão atrasadas há meses. E algo pior pode acontecer. A Ripasa, que fornece alimentação – muito contestada, aliás, pelos policiais – também ameaça suspender os serviços. A empresa não recebe há cinco meses. E a operadora Oi já ameaça cortar os telefones pelo mesmo motivo.

A situação na PM é caótica do ponto de vista administrativo. Se a alimentação for cortada, é muito provável que os policiais parem de trabalhar. E com telefones cortados será impossível avançar no planejamento das ações.

O governador José Melo, que se reelegeu com apoio maciço dos policiais militares e não cumpriu praticamente nada do que lhes prometeu, está calado sobre o assunto.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem 2 comentários

  1. Um brinde.

    Bem amigos falta de aviso não foi. Não era vocês de diziam DEIXA O VELHINHO TRABALHAR ? E o padrinho dele o senador OMAR AZIZ em comemoração não gritava 1 CHUPA DUDU ! CHUPA AQUI DUDU ” e agora CHUPA A ONDE SENADOR ?

  2. Wdson moraes

    Olha o saudosismo….cel.freitas ese era bom.

Deixe uma resposta