Famílias “forçam a barra” e jovens superam o nervosismo para se vacinar contra a Covid-19

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

“Eu estava fugindo um pouco, mas vamos imunizar gente, é importante para todos. Só faltava eu, mas me pegaram, você viu?”, comentou a jovem contente pela surpresa.

A tia de Ana Paula, Meire Santos, técnica de saúde, contou que está fazendo esse trabalho de resgatar os “fujões” da vacina. “A gente tem que fazer de tudo para não deixar nenhum sem vacina. Quando estiver todo mundo vacinado vamos ficar tranquilos”, disse a profissional.

O professor Júnior Rocha trouxe sua sobrinha de 18 anos para se vacinar. A jovem estudante estava bastante nervosa, mas aceitou se vacinar.

“A gente imaginava que ia demorar para chegar essa faixa etária. Quanto mais rápido se imunizar melhor”, contou o tio de Jordana.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta